Saias para amar e usar em 2015...




Andei meio de mal com a moda nos últimos meses. Difícil assumir, mas tudo bem, de repente aquilo que é sua grande paixão, simplesmente passa. O amor tem começo, meio e fim. Como nos filmes, nas músicas, nos livros. Tudo me pareceu tão fútil e primário na moda 2014 que realmente esgotei minhas possibilidades de amá-la. Por isso a deixei dormir para vê-la acordar em mim no momento que ela decidisse se manifestar. E o momento chegou nesse começo de ano quando fui às ruas com minha câmera ver o street-style da couture Paris. Fiz questão de não ir aos desfiles. Nem sequer pedi um convite. Era um desafio para mim voltar a me interessar. E me interessei fortemente pelas saias que vi. Senti uma necessidade incrível de voltar a elas. A usá-las. E me interessei em saber por que me desinteressei. Descobri finalmente. Falta a espontaneidade. Tudo virou um grande catálogo de marcas e isso faz a moda ficar feia, mas por sorte, tem vida nela. Tem quem resgate estilos. Tem as saias em suas mais diversas formas. Da mini à maxi. Vou por essa linha para voltar a te amar moda minha querida...


E vou te exercitar. Vou sair e te copiar. Vou achar uma saia igual a essa e fazer esse look. Para voltar às origens do meu trabalho. Vou para rua buscar inspirações reais para os looks de 2015.  




Sempre uma grande fonte de inspiração:




Bisous
A+


Onde você me lê? 
No caderno Donna da Zero Hora todas às sextas. Link aqui.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Posts relacionados