Natural Street style Paris 2013... Valentino and Martin Margiela Show...

Desde o começo, agosto ou setembro de 2006, a proposta do blog foi mostrar como as pessoas comuns andavam pelas ruas de Paris. Aprendi tanto com elas que, a um determinado momento, acabei deixando-as um pouco de lado. A pressão de ter que trabalhar para grandes veículos me fez voltar os olhos para outro movimento: o da porta de desfiles. Hoje o blog completa sete anos. Não sei bem o dia, nem a hora, pois comecei com uma outra plataforma e acabei vindo sozinha para o blogspot. Aqui fiquei. Não tinha pretensões de grande sucesso. Queria mostrar minha visão do que via na Europa. Acredito que consegui. Nesse momento de 2013, vejo centenas de blogs falando de moda. Muitos com fundamento. Outros tantos dando dicas de como montar um look perfeito. Como ser a it-girl mais linda de todas. A palavra blogueira de tornou "usurpada" depois de tantas confusões envolvendo personagens que fizeram desses lugares de livre expressão uma grande fonte de renda para marcas e blogueiras. Confesso que isso nunca me afetou. Meu mood é outro. Quero continuar a evidenciar que existe vida e originalidade na moda. Que existe naturalidade. Que existe beleza pura. E que isso é muito moda, pois vem de um comportamento. Alguém que veste uma roupa e a torna linda. Viva a naturalidade de uma beleza que não precisa de muito, mas fala demais. Viva o olhar. O sorriso e o cuidado em transparecer ser quem realmente é. É lindo ser assim... Desse jeito. Com um cabelo perfeito, uma jaqueta de couro  e uma pele incrível.  Para mim, o espírito reina aqui. 

E reina no look mais básico que se possa ter, mas no olhar mais especial que se possa transmitir.
Merci mais uma vez Paris por me fazer acreditar que, mesmo em meio a tantos egos e marcas que vão e vem, ainda existe um respeito ao ser grande, no meio de tantas disputas pequenas.
Paris sobrevive linda. Basta abrir os olhos, mirar nos desfiles certos e perceber que nem tudo se perde. Principalmente quando existe paz e amor no olhar.
É isso.
Meio blasè?
Pode ser. 
Mas real.
Não estou vendendo nada. 
Apenas mostrando que existe vida, sem uma grife escancarada ( nada contra elas!!!).
E que as jaquetas jeans jamais devem ser descartadas do nosso closet.
Please! 
Vista-se de simplicidade e vem mostrar sua cara. 
Ela pode ser a cara da moda.
Ela pode ser o futuro. 
Acredito nisso.
Em entrar em uma exposição para ver o que se expõe e não apenas para sair na foto da assessoria. Entender de moda é mais que isso. É saber vivê-la. Captar bastidores. Sem afetações. Sem holofotes. Exatamente quando eles se apagam é que a moda real se exprime.
Pirei
É a noite.
É a reflexão da insônia.
Merci aos milhares de leitores que me acompanham durante esses sete anos.
Sem vocês, não teria sido possível.
Bisous
A+
Meu grito de guerra continua!



4 comentários:

teresa disse...

Parabéns Ana por ser um blog honesto "sem jabá"!!!!beijos

Tatai disse...

Pertinente o teu post,
provoca bastante reflexões mesmo.
Entender o espirito da roupa e esquecer a badalação das grifes que nda oferecem de novo é o que todas deveriam fazer.

Bj!!

jandira disse...

Parabéns Ana por seus comentários sempre muito inteligentes.Fico feliz por participar desse sucesso bjs

Melissa Pereira disse...

Hey seu blog esta muito lindo


http://glamorgeneration.blogspot.com.au/

LinkWithin

Posts relacionados