Street chapeau! Ana Girardot...

colors2
Parece que 2012 foi um ano que não existiu na minha cabeça. Tive um apagamento de ideias. Talvez por ter visto durante tantos anos as mesmas pessoas nas portas dos desfiles e dentro deles que acabei por me acostumar com tudo. Mas agora passados alguns meses reflito e vejo quando moda linda ele anunciou. Como a volta dos chapéus de todas as formas, cores e estilos. Fato que semana que vem irei comprovar ao vivo na semana de Couture em Paris. Outra das minhas constatações são as cores fortes que a gente vai ter que usar. Ao invés dos populares "Tons de cinza" ( que eu confesso que não li e nem pretendo ler...) temos muitos tons de azul. Na minha mala vai uma capa da brasileira Juliana Jabour quase nesse tom!!! Paris me espera para o cafofo 4 em plena Saint Honoré. Aff!



gorro
Mas não são apenas chapéus. Temos os deliciosos gorros. Pode ser asim preto sem pompom. Mas pode ser colorido. É para se divertir mesmo! Brincar com o elemento que aquece e te traz um ar mais cool, menos abusado que alguns modelos de chapéu!!!

suzy
Mas quem se importa com isso? Na tendência Saharienne Suzy Bubbles do blog  Stylebubble.co.uk que eu recomendo e gosto anunciava a sua boa escolha para dias de chuva. Divertido, fofo e funcional. 

Bem....

Agora vou começar a replicar alguns encontro preciosos meus em Paris. Como o dia que entrevistamos Ana Girardot,depois de um desfile da Chanel. Eu e Abraão do Abe Fabulous. O material foi publicado na minha coluna da revista do Viver Bem na Gazeta do Povo. Aqui para quem não leu. Ana também estava na onda chapéu. Marca? A quase popular Maison Michel, uma das aquisições do grupo Chanel alguns anos atrás quando eles salvaram da falência alguns artesãos franceses. Confere:


Boneca Francesa


Ana
Ana Girardot é uma atriz francesa, de 24 anos, aclamada em Cannes por suas atuações em filmes como Cloclo. Magra, cara de boneca, mas com muito estilo para representar o que a francesa tem de melhor: charme com simplicidade. Por isso, Ana é uma das garotas escolhidas pela Chanel para ser o que eles chamam de égérie – termo que, no Brasil, ganhou a tradução livre de “embaixatriz” da marca. Mas não basta vestir Chanel da cabeça aos pés. Égérie é uma espécie de inspiração, alguém que serve como modelo para outras garotas e mulheres que gostam de moda. Diretamente do Grand Palais de Paris, logo após o desfile da Chanel, a garota prodígio do cinema francês falou o que pensa sobre moda e estilo.
O que você acha dos desfiles da Chanel?

AG: São sempre incríveis. Eles são jovens, frescos, com um toque de anos 1970, nouvelle vague. Eu adoro.
O que você veste hoje?
AG: Bailarinas Chanel, um macacão da coleção de inverno 2013, chapéu Maison Michel e minha bolsa Chanel.
Você escolhe as roupas da Chanel que quer usar ou eles sugerem looks prontos?
AG: Eles são muito generosos. Eu posso vestir o que eu desejar de todas as coleções.
O que é mais importante para uma mulher ser elegante hoje?
AG: Eu penso que elegância é ter um belo e franco sorriso.
E o que é mais importante no seu look para você comunicar para o mundo seu estilo?
AG: Você tem de começar com um belo par de sapatos e todo seu corpo vai se sentir bem.
Colaborou nessa entrevista Abraão Ferreira. Merci ami!



3 comentários:

Vintage Fashion disse...

Gosto muito de chapéu ... Acho que deixa qualquer look bem estiloso ...

Bjs ♥
http://www.vintagefashion.com.br

Madi Muller disse...

Chapéus realmente incrementam um look...mas nem todas ficam bem,é preciso bastante auto-crítica e estilo pra segurar um...

Bruna Marchesini disse...

me visita ? http://modaligada.blogspot.com.br/

LinkWithin

Posts relacionados