Buenos Aires Alta Moda, Federico Fellinni, Mick Jagger, Super Heavy, Miracle Worker...

blogbsa
 Bem e aqui estou novamente em uma cidade que começa a se tornar minha terceira casa pelo mundo. Pelas ruas de Buenos Aires me perco e me acho
 ( oui!!!!) e me encanta muito realmente os lugares onde existe uma multidão não necessariamente fashionista. Aqui um giro pela feira de San Telmo no domingo à tarde. 



Well, and here I am again in this city that is becoming my third home around the world. On the streets of Buenos Aires I lose and find myself (Yes!!!!) and what really enchants me is the places where the crowd isn´t exactly into fashion. Here a spin on the San Telmo street market on Sunday afternoon.


blogbas1
Ver as coisas assim em estado bruto de criação é um bom exercício de inspiração. Artesanato é obra de arte, assim aprendi na França. E ao ver todos esses artistas defendo e mostrando com tanto gosto suas criações penso que é bom mesmo que eles fiquem intactos, imersos na bolha mesmo. Aqui uma bolsa feita com restos de fita de vídeo. 



To capture things in its raw state is a good inspiration exercise. Crafts are a piece of art, that’s what I learned in France. And to get to see all this artists supporting and showing its pieces of art with such passion I wonder that it’s better that they stay intact, really immersed into this bubble. Here a bag made out of VCR’s tapes.


blogbsa2
E um típico argentino ou um dos estilos que ainda impera por aqui. Um toque de total displicência é sempre bom. Gosto do olhar de curiosidade, das tatoos e do porte. 



And an emblematic Argentinian or one of the styles that stills rules around here. A little touch of indifference is always nice. I like the curiosity glance, the tatoos and the poise.



blogbsa3
E da inspiração colorida trazida do passado, mas que é muito presente. "Gemas feelings"...
As cores de agora são exatamente essas, sem color blocking, por favor...


And the colorful inspiration brought out of the past, but that is really present. “ Yolk feelings”…
And the trend colors are exactly this, without the blocking, please….


blogbsa4
Mas com toda a possibilidade de cores vindas diretamente da natureza...

But with all the colors possible coming directly from nature…


blogbsa5
Imagem que eu fiz na chegada em Buenos Aires semana passada. Gosto desses tons sempre. 



Image I did when I arrived in Buenos Aires last week. I Love this hues whenever.


blogbsa6
E da infinidade de modelos de chapéu que existem por aqui. Realmente uma inspiração a mais. 


And the immensity of hats models they have around here. Really an inspiration surplus.



blogbsa7
De tudo se tira algo. Sempre. Lembrando Carlos Drummond de Andrade em seu poema:

From all of it you always take something. Always. Remembering Carlos Drummond de Andrade in his poem:



Resíduo

(...) Pois de tudo fica um pouco.
Fica um pouco de teu queixo
no queixo de tua filha.
De teu áspero silêncio
um pouco ficou, um pouco
nos muros zangados,
nas folhas, mudas, que sobem.

Ficou um pouco de tudo
no pires de porcelana,
dragão partido, flor branca,
ficou um pouco
de ruga na vossa testa,
retrato.

(...) E de tudo fica um pouco.
Oh abre os vidros de loção
e abafa
o insuportável mau cheiro da memória.



Residue

From all something remains

remains a bit of your chin
On your daughter’s chin
Of your harsh silence
A little has remained,a little
On the angry walls,
On the leaves, voiceless, that rises

Remained a little of everything
On the china saucer,
Broken dragon, white flower,
Remained a little
Wrinkle on your forehead,
Portrait.

(…)And from all a little remained.
Oh open the lotion bottles
And suffocate
The unbearable bad smell of memory.




blogbsa8
E fica mesmo. Vendo as camisetas de ídolos vivos e mortos da música, encontro  cores que eu tanto aposto agora num pedaço da camiseta. A mesma que Mick Jagger usa Miracle Worker, uma que ele faz com sua nova banda Super Heavy. Vou postar no fim para vocês curtirem ou não....


And it really remains. Looking at the dead and living idols’ tees, I find colors that I really bet now in a t-shirt piece. The same that Mick Jagger wears on Miracle Work, one that he does with his new band Super Heavy. I’ll post it on the end to check if you dig it or not…


blogbsa9
Bem, é isso... Um pouco do que vejo e vivo. Sem mais palavras, mas alguns toques, fragmentos de cinema....


Well, that’s it...a little of what I see and live. With no more words, but a few touches, movies’ fragment…












Besos
Amanha mais uma palestra aqui na cidade.
É a minha segunda participação no Buenos Aires Alta Moda, evento que me convida para estar aqui.
Depois conto mais e também sobre meu livro que esta em fase de finalização.

Tomorrow one more lecture in the city.
It’s my second participation in Buenos Aires High Fashion, the event that invited me to be here.
I’ll tell more about it later and also about my book that is on its final stage.



A+









Translation by Juliana Cintra Mercadante

Shala Monroque, Paris streetstyle, Noir Désir...

shala

Tem momentos em que realmente é bom dar um tempo para muitas cores e referências e enfrentar a vida vestindo um preto bem resolvido. Foi isso que Shala Monroque fez no começo de julho durante a semana de alta-costura inverno 2011 e que me pareceu fantástico em meio a tantas cores, misturas e exageros que o verão protagonizou. Usar um preto com elegância não tem a ver com moda, mas sim com elegância e decisão de descomplicar momentos em que temos que correr de um lado para outro. Mesmo o preto absoluto pode ser divino, se adicionado à formula de simplicidade estiver um chapéu inspiração Argentina, gaúcho, lugar onde estou agora. Faço a conexão para abrir os trabalhos e posts que vou soltar daqui....


Mas... Antes disso...
preto
O seu preto sempre pode ser uma camiseta rock'n'roll com um cabelo desconstruído. O meu hoje é uma calça de couro e uma camiseta branca. Não rola o artificial total. Não é bonito, a meu ver. O compromisso que pesa é a gente querer estar on na história, mas sempre com algo que passe a mensagem de onde você veio.  A moda sem personalidade é um mar de ideias morto, sem vida. O toque universal da hora do preto? O olho riscado em homenagem à Amy. O meu está feito, sem exageros, fiz minha versão pessoal... 


Sobre o preto também... 
Um som que amo...




Besos!
A+

Bulgari, Dior, Demi Moore, Harper's Bazaar, Jean-Paul Goude, John Galliano, Marc Jacobs, Marc Seliger, Naomi Campbell, Streetstyle 2011...

diorinverno2011
Hoje é dia de eu deixar Paris para uma temporada de trabalho na América Latina. Vou para Buenos Aires, a convite do Buenos Aires Alta Moda e depois passada relâmpago pelo Brasil para dar um beijo apertado nos amigos e na família. Bem, não é esse o objetivo do post. Não quero falar da minha vida (no egotrips here!!!). Quero falar de moda. Como vou passar uns dias fora, fui para as ruas pegar imagens para captar esse fim de verão que quase não fez calor, mas que tem feito. Ponto! 
Na hora de editar as fotos, passei por um arquivo antigo onde achei essa imagem da Dior inverno 2011. Foi a última coleção de Galliano para o prêt-à-porter. Aqui todas as referências que influenciaram muito do que acontece agora nas outras passarelas e ruas. Cobra, vermelho, rosa, cabelos crespos, enfim... Galliano vai fazer falta. Daqui alguns dias saberemos se realmente é Marc Jacobs quem vai para o  cargo, vago desde março... 


Para provar o que eu digo...

bichos
Cobra e leopardo. Vermelho!!!  Esses dias escrevi no meu Twitter e no Facebook a seguinte frase sobre a convivência dos bichos na moda e ainda o toque Smurf ( o filme gera uma mania): A cobra não vai matar a onça que não vai comer a pantera que por sua vez não vai atrapalhar o canto do índio e tampouco eliminar Smurfs....Sim, todos convivem mutuamente ou não.



bulgari
 Quem é antigo conhecido do blog ( ele completa cinco anos agora!!!!) sabe que eu não sou dada a mapinhas de explicação linear sobre o que é tendência. Traço as informações de acordo com o avanço de minhas pesquisas. Por isso as cobras da vitrine da Bulgari se mesclam a uma imagem antiga ...

girafa
 Ou nem tanto, como dessa da moça saindo do desfile do Mugler no começo de julho: sandálias de girafas Louis Vuitton com saia de renda Christopher Kane 
(amo! As coleções verão, dessa saia, e inverno, que vi ontem na Colette, são muito boas. Pesquisa ele e também Damir Doma). 


Apenas para fazer um parênteses, essas duas imagens são de capas da Harper's Bazaar americana e feitas em algum momento do século passado. Eles comemoram dez anos de vida agora com um livro onde estão publicadas as imagens mais simbólicas.


Duas grandes conexões com o que acontece agora na moda, again:


Foto premiada de Jean-Paul Goude feita com Naomi Campbell para a edição de setembro de 2009.

 E imagem de Marc Seliger com peças de Alexander McQueen antes dele morrer, mas publicada na revista em abril de 2010. Demi Moore em momento surreal. LINDO!

borboletas
Voltando às ruas, aos bichos e ao surrealismo. Ele entra nas roupas em forma de borboletas. Segundo pesquisas, o fenômeno que faz as asas das borboletas serem tão coloridas pode ser reproduzido na fabricação de tecidos. Doido né? Se eles conseguirem fazer isso acontecer, o tingimento químico, apontado como super agressor da natureza pode estar com os dias contados. Estou fazendo a vez do telefone-sem-fio: repetindo o que me contaram que leram... Fofocas de verão..



dog
 E é assim que a coisa rola: tem moda por tudo. Tem azul, tem bicho, tem Vuitton...


lion
Tem leão... É apenas escolher para que estação você vai.


Agoraemoda12agoF2
Quer mais um pouco de leitura com a minha visão? Link da coluna Agora é Moda de hoje no jornal Gazeta do Povo sobre moda masculina. Leia os infalíveis aqui.

champs
 E curte um pouco das cores do final de uma tarde quente de Paris...


Filmes para conectar com a moda do momento: 








Bisous
A+
Embarcando para Buenos Aires.
Au revoir 
Paris 30°C...

Charlotte Casiraghi, Emmanuelle Alt, Mario Testino, Vogue Paris...

Fiz algumas fotos-reportagem quando encontrei a dupla Mario Testino e Charlotte Casiraghi na noite do desfile da alta-costura Chanel inverno 2011, mês passado no Grand Palais de Paris. É doido isso. 

I’ve shot some image report pieces when I met the duo Mario Testino and Charlotte Casiraghi the night of Chanel 2011 Haute Couture fashion show, last month at Paris’ Grand Palais. This is quite insane.



charlotte casiraghi
Depois de alguns anos frequentando todos as apresentações de uma determinada marca (como é meu caso com a maison Chanel que, independente para qual meio de comunicação eu esteja colaborando, no caso agora quatro, sempre me convida para tudo!!) algumas pessoas se tornam familiares, mesmo sendo ícones. É o caso de Testino e Charlotte. Os dois estão sempre por aqui. E são sempre pessoas agradáveis, enfim, esse encontro dos dois era para fazer a capa da Vogue de setembro.

After a couple of years attending the same label’s show (which is my case with maison Chanel that, no matter what media I’m working for, right now it counts four, always invites me to everything!!) some people become familiar, even being icons. It’s just the case with Testino and Charlotte. Both are always around. And they are both nice people, so ultimately, this encounter of them two was to work it out the September Vogue cover.



Charlotte tem 25 anos e é filha de Caroline, sobrinha de Stephanie e neta de Grace Kelly. Todas mulheres de imagens fortíssimas tanto ligadas à moda quanto ao savoir-faire francês. E são princesas. E Charlotte pode ser rainha (é a quarta na linha para assumir o trono de Mônaco, soa estranho isso) Mulheres modernas, sem muitos trejeitos, mais reais que falsas. A priori. Pelo que se sabe de suas vidas e pelo que eu como observadora chego a conclusão ao ver as minhas fotos e as de Testino com realização de Emannuelle Alt. 

Charlotte is 25 years old and is Caroline’s daughter, Stephanie’s niece and Grace Kelly’s granddaughter. All women with quite strong images in fashion as in the French way of life. And they are princesses. And Charlotte might be a Queen (she is fourth in line to take over Monaco’s throne, what sounds kind of odd). Modern women, with not many antics, more real than fake. Hypothetically. As far as it’s known about their lives and from what I see as a spectator concluded by what I get in my pictures and on Testino’s images  accomplished by Emannuelle Alt.



Mariotestino
Mario é o mestre das capas das Vogues desse mês de setembro. Fez três importantes: Vogue França, UK  e América. Pas mal

Mario is the king of this September Vogue covers. He nailed three major ones: French Vogue, United Kindom and America. Not bad!


Um giro pelas imagens do editorial com Charlotte: 
A look into the images of Charlotte’s editorial:


















Uma coisa chama a atenção na Vogue Paris desse mês. Na capa divulgada não consta o nome Paris. Será que eles vão voltar a ser França como antigamente? Perguntinha que logo logo eu vou saber a resposta para publicar aqui. 



Something got my attention in Paris Vogue this month. On the cover publicized there’s no Paris in it. Perhaps they are going back as France as it was formerly?
A question that really soon I’ll find out to post it here.


Bisous
Paris tem sol e faz calor! 
Enfim o verão chegou. No fim, mas chegou!


Kisses.
Paris with sun and warm!
At last it’s summer. In the end of it, but it has arrived!


A+












Translation by Juliana Cintra Mercadante

kate Moss, Vogue América, John Galliano, Jamie Hince, Mario Testino...



E a noiva do ano foi Kate Moss. E o amor do ano é o de Kate e Jamie. E o casamento da década foi o deles. E temos dito. Toda a imprensa internacional com  olhos voltados para um evento que teve importância enorme no meio da moda por muitos motivos. Kate é top desde sempre. Tantas passagens escandalosas para poder abalar e até acabar com sua carreira, mas não. Nunca fez a garota perfeita. Não precisa. Mesmo hoje, aos 37 anos, Kate é não é perfeita, mas é suprema. Ganha capa e editorial da Vogue América de setembro. Setembre Issue todo mundo quer. E deu ela...


And the bride of the year is Kate Moss. And the love of the year is Kate and Jamie’s. And the wedding of the decade is theirs. And that been said. The whole international press with their eyes to an event that was a huge  thing into the fashion circle for many reasons. Kate is top since ever. So many scandalous matters to meddle or even finish with her career, but don’t. She never pretends to be the perfect girl. She doesn’t need to. Even nowadays, at 37 years old, Kate is not perfection, but is supreme. She nails the cover and editorial of September Vogue America. September Issue everybody wants it. And she got it…



As imagens são todas de Mario Testino que também fez as fotos oficiais do casamento da outra Kate, a Middleton. A party girl inglesa que abocanhou o filho mais velho de Diana, outra suprema que a doida vida de fama destruiu, fez fama (redundâncias amadas por mim!!!) esse ano, mas nada comparado ao poder de Kate Moss. 

The pictures are all by Mario Testino who also did the official pictures of the other Kate’s wedding, the Middleton. The British party girl who won the heart of Diana’s older son, another supreme that was destroyed by an insane life on the spotlight, became famous this year, but nothing compared to Kate Moss’ power.





Para ser como Kate tem que ter uma linda filha chamada Grace Lila Grace, a quem ela sempre protegeu e cria em ambiente seguro. Lila é filha uma figura super cool, do designer europeu Jefferson Hack. Conheço ele aqui de Paris. Cool é pouco para ele. Vive na Colette comprando discos e livros. Kate, não raras vezes, escolhe bem os parceiros, pelo menos os que deixam marcas definitivas.

To be Kate you’ve got to have a gorgeous daughter named Grace Lila Grace, whom she always shielded and is brought up in a safe surrounding. Lila is the daughter of a super cool character, the European designer Jefferson Hack. I know him from Paris. Cool is not enough to characterize him. He’s always at Colette buying CDs and books. Kate, not seldom, chooses her partners quite well, at least the ones that leave definitive impressions. 




Com Jamie Hince é coisa grande. Amor anos 20. O tema do casamento foi "The Great Gatsby" romance  de John Fitzgerald. Tudo se inspirou nesse contexto. Para Kate é rock'n'roll. O vestido de casamento encomendado a John Galliano, mesmo com todo o escândalo de sua saída da Dior, foi mantido. Great Gatsby ainda. O tema fascina Kate.  Ciganismo e rock. 
É tudo sobre ela...


With Jamie Hince the thing is huge. 20’s kind of love. The theme of the wedding was “The Great Gatsby” , the John Fitzgerald novel. It was all inspired in its context. To Kate is rock’n’roll. The wedding gown by John Galliano, even with his departure of Dior’s scandal in full force, was kept. Still Great Gatsby. The theme enchants Kate. Gipsy and rock.
It’s all about her…





A mulher que cruzou, no começo do ano, no dia do desfile da Louis Vuitton, uma passarela inteira, de shortinho e cigarro na mão, ainda fascina e parece linda. Com 37 anos e nenhum truque nas imagens. " É a fotogenia perfeita", conta Marina Sprogis, minha amiga e autora da foto que até a Louis Vuitton comprou para seu arquivo.  Zero Photoshop, apesar de pessoalmente os sinais do tempo serem bem notados pelos fotógrafos. Mas quando vira imagem!!! Kate é a prova de flashes e tem muitas vidas para mostrar e viver. 
J'adore

The woman who walked the runaway, at the beginning of the year, on the day of Louis Vuitton’s show, in hot pants nad a cigarette in hands, still spells and is gorgeous. With 37 years old and no image treatment. “it’s photogenic perfection”, says Marina Sprogis, my friend and the author of the picture that even Louis Vuitton bought to its archives. Zero Photoshop,  despite that in person the aging signs are quite noticeable by the photographers. But when it turns into image!!! Kate is flashlights-proof and has many lives to live and present.
I love it.


Confissão de fã. Vou comprar a revista. Anna Wintour me ganhou nessa.
A fan confession. I’ll buy the magazine. Anna wintour got me on this one.




Bisous
Paris madrugada de um final de verão com noite de lua quase cheia.
A+
Kisses.

Paris late night by the end of Summer in an almost full moon night.





Translation by Juliana Cintra Mercadante





Street-style Paris agosto 2011...Charlotte Gainsbourg, Kirsten Dunst, Kiefer Sutherland... Melancholia, Lars Von Trier,

maraisagosto

Um verão incomum esse nosso parisiense. A cidade não ficou vazia como normalmente fica no mês de agosto (aqui fecha tudo e o povo debanda). Também não faz calor como deveria ou queríamos. A crise econômica fez muita gente voltar das férias para acompanhar o andar das bolsas de valores (sério! ontem era domingo e os vizinhos dos escritórios de finanças estavam trabalhando...) e nas ruas um certo ar depressivo mesmo. Chamarei desde agora o verão de 2011 do verão da depressão. É uma sensação de ver as coisas desarranjadas. Não que essa moça não seja linda com seu ar nonsense, mas ela transmite bem o ar da cidade. Roupa séria para um dia que deveria ser de vestimenta bem despojada, alegre mesmo. Mas não. O povo anda de casaco, blusão (olha o rapaz que vem curioso atrás!!) e sinceramente a cidade continua linda, mas sóbria demais para o período. 
Todas as cores coloridas que vimos na semana de alta-costura, muito propagadas pela presença de russas e italianas na cidade, sumiram. 



An odd Summer this Parisian one. The city is not empty like it normally is on August (it all closes here and the people take off). Also it’s not warm like it should or like we want to. The economy crisis got lots of people running back to keep track on the Stock market (really! Yesterday was Sunday and the neighbors of the financial office were working…) and the streets really have a blue mood in the air. I’ll call it from here that 2011 Summer is the blues Summer. A feeling that things are out of place. Not that this lady it’s not beautiful with her nonsense behavior, but she translates well the mood of the city. A serious outfit for a day that should be dressed with ease, joyful really. But no. People wear coats, sweaters ( look the bystander guy behind!!) and honestly the city is still beautiful, but quite austere for this time of the year.
All the colorful colors that we saw on the Haute Couture runaway, so disseminated by the Russians and Italians in town, are all gone.

maraisagosto2
O que ficou foi o link com a realidade. O peso de um tempo que é incerto, mesmo a gente sabendo que muitos consumidores de moda não estão nem aí para as crises e que é muito por causa delas que muitos ficam ainda mais ricos e podem esbanjar fortunas em uma peça de roupa. Mas ainda assim existe a moda de rua, tão gostosa e inspiradora com suas misturas originais. Lindo o look desse menino. A calça dobrada vinda das Fashion Weeks, mas ele fez do jeito dele e relacionou tudo com o tempo através do colar de relógio (meu pai tinha um lindo que era do avô. Ele carregava pendurado no bolso com a corrente para fora) e ainda o toque moda do chapéu marinho. Perfeito. Um bom leitor de moda ele.

What stuck is the link to reality. The weight of uncertain times, even when we know that fashion consumers don’t give a damn about crisis and that much because of it is that they become even richer and afford to waste fortune in one piece of garment. But still there is fashion on the streets, so nice and inspiring with its original mix. So gorgeous this guy’s outfit. The pulled up pants come from fashion Weeks, but he does it on his own way and connected it all through the time of its pocket watch worn on his neck ( may dad had a exquisite one that belonged to his grandfather. He carried on his pocket with the chain hanging out of it) and still the fashion touch of the navy hat. Perfect. A good fashion eye of his.



maraisagosto3
Bem, nesse verão a gente vê como nunca as calças jeans levemente rasgadas e perfeitas para compor com o casaqueto inspiração Chanel modelo tapeçaria, seria isso? Prepara por que vem muita cor clarinha nas temporadas a seguir. Tudo meio incerto...As tendências podem sofrer revertérios, depende do efeito que esse verão tão desastroso vai provocar...

Well, this Summer we get to see lots of slightly shred and perfect denim pants to wear with the Chanel inspired jacket tapestry style, would that be it?
Get set because there’s lots of light colors on the seasons to come. All quite unreliable…the trends might suffer a turn for the worse, it all relies on the outcome of this disastrous Summer…



Bem (de novo, as palavras se repetem, as sensações também), um sonzinho que combina com o momento... Que sensação bizarra... Toca muito na rádio por aqui... Faz todo o sentido. 
Well (again, the word repeats itself, as feelings do too), a sound that suits the moment… What a bizarre feeling…it plays a lot on the radio here… It makes all the sense.



Eu aguardando a estreias do cinema. Depois de amanhã entra em cartaz "Melancholia" de Lars von Trier com Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg e Kiefer Sutherland. Trailler para você sentir o clima:

I’m waiting for the movies’ premières. The after tomorrow will debut “Melancholia” by Lars Von Trier featuring Kirsten Dunst,  Charlotte Gainsbourg and Kiefer Sutherland. A trailer so you can feel the mood:



A vida é para gente se divertir, mas também refletir sobre sua real existência não? O mundo de apenas futilidades pode afundar na sua falta de profundidade. Raiz sempre é bom para nos segurar!!!!
Life is here so we can have fun, but also reflect on our real being right? A world only of frivolousness can sink into its own lack of depth. A root is always nice, as in a base, sou we can hold on to it!!!

Bisous
Kisses


A+




Translation by Juliana Cintra Mercadante


LinkWithin

Posts relacionados