Snap-shot Paris Primavera 2011...Umberto Eco, Cemitério de Praga, O Nome da Rosa...

childeninparis
Finalmente a Primavera brotou. Hoje era dia de pauta fotografia nas ruas. Depois de tantas aulas de moda de grandes profissionais nas portas dos desfiles, eu quero ver como é que na realidade a coisa engrena nesse começo de ano. Fui a dois pontos diferentes da cidade. Faço a pirâmide invertida e começo pela menina que cruzo no Champs Elysèes, bem no final da minha caminhada. Minutos antes desse momento, meu amigo, estilista brasileiro Danilo Ferreira me pergunta sobre o que eu acho de moda para crianças. "Não gosto", digo. "Criança tem que se vestir livre", completo. Estávamos no Marais em dupla missão. Ele no meu projeto. Eu no dele. A palavra é compartilhar, trocar e jogar para frente o que é para ser visto nesse momento. Crianças são o que existe de mais puro nesse universo. Devem permanecer em seus mundos, onde a imaginação é mais apropriada do que padrões, mas aqui vejo um futuro de moda. A menina ensaia os primeiros passos com louvor. Não veste nada padronizado. Aposto que foi ela quem escolheu tudo e cortou a franja sozinha. Linda. Um nascente de moda. Purismo para gente se inspirar e se for parar para olhar bem, vê: um óculos parecido com o da coleção da Prada verão 2011. Uma saia bailarina na vibe balé que é real na moda dos grandes editoriais e ainda os cabelos vermelhos que Taylor usa. 

No alto da pirâmide eu vi:

womaninparis
Essa senhora maravilhosa. A mais bem vestida do dia. Aqui a certeza: moda não tem idade e sim posicionamento. "Uau", penso e apresso os movimentos para tirar a câmera guardada na bolsa. Não posso perder essa informação tão preciosa. Claro que não vou interromper a conversa e fazer dessa foto algo ensaiado. Quis captar o inesperado momento. A elegância máxima dessa mulher. Isso é a moda Paris que tanto me inspira. Independe de lugar, classe social ou labels. É a essência que a gente tem que enxergar, para depois, tranquilamente, ir definindo nossas escolhas, dentro de uma influência maior, mas nunca esquecendo que somos únicos, mas vivemos em comunidade ( roupa tem que estar de acordo com o lugar e a cultura onde estamos vivendo).
Filosofando total, depois de ouvir entrevista maravilhosa de Umberto Eco ( na ativa aos 78 anos!!!) na televisão onde ele falou sobre a diferença entre o falso e a ficção. Falso é o que você inventa e não tem nenhuma conexão com a arte, não serve para nada, a não ser ludibriar ou coisa e tal. Ficção é a invenção que nos permite imaginar, aquela que abre caminho para um entendimento maior de coisas que a realidade muitas vezes deixa implícita ou por questões sociais não podemos abordar abertamente.
Umberto Eco é autor de muitas obras de sucesso. A maior delas "O Nome da Rosa" que deu origem a um filme em 1986. Relembre aqui em trecho com uma análise filosófica da obra. Achei por acaso ( depois de escrever que filosofei) agora no Youtube, mas como tudo foi se conectando para gerar esse post, vale ver com atenção:





Mais sobre: Eco lançou ano passado na Itália mais uma obra "Cemitério de Praga".
Vou ler. 


Bisous
A+
Quatro dias para embarcar para Buenos Aires.
Paris 9°C.

9 comentários:

Anônimo disse...

Criança fashion da medo.
Quer coisa mais linda qeu um pagãozinho?

xx henri

marina disse...

beleza !!!!tudo que eu amo.Eco,ruas de Paris e a tua inteligencia solta ,sem preconceitos.
Fotos cada dia melhores......amiga,o caminho você encontrou !!!
marina

Opposite lipstick disse...

just love ur blog!


http://oppositelipstick.blogspot.com/

Roberto disse...

Oi, Ana, estarei em Paris entre os dias 05 e 12 de abril para realizar um trabalho de Mestrado e preciso registrar multidões, pessoas no seu dia-a-dia, cafés, tudo muito natural. É uma pesquisa em Ciências Sociais. Você poderia me indicar alguns lugares que têm essa mística em Paris? Não quero turistas, quero a essência parisiense de suas fotos. Obrigado. Roberto.

Ana Clara Garmendia disse...

Oi Roberto, lugar legal para encontrar: Chatelet, Belle Ville e até Champs Elysèes, fora final de semana. Procure ver horarios de entrada e saída de escritórios, escolas, essas existem em muitos pontos da cidade, mesmo os mais turísticos.
Beijos e bonne chance!!

Roberto disse...

Merci, Mademoiselle.

J'arrive à Paris mardi, 05, Avril. je suis très heureux pour cet moment. À bientôt! Roberto.

Shirley Stamou - Garotas Modernas disse...

Amei, amei a foto da senhorinha fashion!!!!!!!
beijos,

Taynan Gim disse...

Amei o look dessa senhorinha e a reflexão de Umberto Eco!

Demais o seu blog, já to seguindo

bjo


http://larosaa.blogspot.com/

Beatriz disse...

Muito bem o blog

LinkWithin

Posts relacionados