Paris Street-style 2010...

turbante
Meu (e de muita gente também, acho...) encantamento na moda é assim. Vejo uma roupa em alguém e penso: como ela teve essa ideia? Como ela misturou e transformou todas essas peças em algo tão lindo e pessoal? Como ela ficou tão perfeita com um turbante? Sim, é lindo, mas vamos combinar que existe um código de acesso a ele. Não é para todos os momentos, nem para todas as pessoas e tampouco para todos os lugares do mundo. Mas Paris permite. A cidade que tem esse céu permite tudo, ou quase, excessos à beira do Sena podem e são muitas vezes fatais. Bem, em frente com as permissões parisienses. Paris permite que a moda seja fonte de distração. Permite que não existam pré-julgamentos ao ver alguém vestido assim.  Permite que eu faça uma foto onde não detalho cada pedaço do look. Não precisa né? O que importa para mim nessa moda de hoje é a sua aura e não exatamente o pedaço de pano que a cobre. Pirei mesmo. É sábado à noite e eu embarco de volta para meu pedaço parisiense depois de amanhã.
Enquanto não chego, fico aqui arremessando minhas ideias sobre o blog e tentando cada minuto entender a moda de uma maneira que não seja enfadonha.
Bisous
XX
A+

My enchantement about fashion ( and also from lots of people, I guess...)it’s like this. I see someone else’s outfit and think: how did she come up with that? How did she mixed and transformed all this pieces of garment into something so gorgeous and personal? How did she got so perfect into a headdress? Yes, it’s gorgeous, but let’s agree that there is an access code to it. It´s not for every moment, nor for every person and neither for all places in the world. But Paris allows it. The city that has this sky allows everything, or almost, by the Sena river excesses are allowed and many times ruinous. Well, let´s go ahead with Parisian permits.
Paris consents that fashion becomes a source of diversion. Consents that there’s no preconception when you see someone dressed like this. Consents that I shot this picture where I don´t specify every detail of her look. There is no need, is there? What matters to me in today’s fashion is it’s zephyr and not exactly the piece of fabric that covers her. I really got crazy. It’s Saturday night and I’m going on board back to my Parisian home a day after tomorrow.
While I don’t get there, I keep throwing my ideas into the blog and trying each minute to understand fashion in a way that it´s not dull.
Kisses.


Translation by Juliana Cintra Mercadante


Vivienne Westwood...

saia
Fiquei devendo essa: uma foto com minha primeira saia da Vivienne Westwood. Escolhi essa peça no site da Farfetch para uma entrevista sobre o meu estilo de vestir. Em minha eterna wish-list sempre constou uma saia assim Vivienne. A estilista inglesa veste mulheres, não meninas. A saia tem um movimento que me agrada. É comportada na frente e escandalosa atrás. Sabe roupa que você coloca no corpo e se sente segura instantaneamente?  Foi isso que aconteceu com minha Vivi ( como chamo carinhosamente). 
Resolvi usar assim mesmo. Sem muitos outros componentes. Casei com uma sandália Prada que eu também amo pelo conforto que ela me traz e depois uma camisetinha surrada da Zara. Esse é meu jeito de usar uma peça complicada. Para fazer a foto, eu e Luiza Garmendia fomos até a Praça Espanha, em Curitiba e ....!!!!!Fizemos!!! Virou um dos meus chuchus oficiais. 

I owed this one: a picture of mine in my first Vivienne Westwood´s skirt. I chose this piece on the Farfetch site for an interview about my way to dress up. In my never ending wish list there was always a Vivienneish skirt. The English designer dresses women, not girls. The skirt moves in a way that pleases me. It’s well behaved in the front and scandalous on the back. Do you know the kind of outfit that at the moment you put it on makes you feel safe? That’s exactly what happened with my Vivi ( It´s how I kindly called it).
That’s my way of wearing it. Without too much going on. I paired with Prada sandals that I love because of  its comfyness and then with a beat up Zara t-shirt. That´s my way of wearing a complicated piece. To do the shoot, Luiza Garmendia and I went to Spain Square, in Curitiba and…!!!!!!!! And did it!!! It became one of my official chouchou.


Ah!!! Tem que falar o look todo: óculos Louis Vuitton. Acessórios pessoais. Jóias H.Stern e acervo familiar. Relógio Tag. 
Ah!!!! De novo!!! Não é por não estar essa semana em Paris que eu vou ficar sem peças da Lanvin por H e M. Meu amigo Abe Fabulous comprou uma produção inteira para mim. Curiosa para ver. Chego na terça que vem e aproveito para mostrar também. 

Ah!!! I have to talk about the whole look: Louis Vuitton sunglasses. Personal accessories. H.Stern jewelry and family collection. Tag watch.
Ah!!!! Again!!!!! And it’s not because I’m not in Paris that I’ll gonna be left out of Lanvin for H&M pieces. My friend Abe Fabulous bought a whole collection for me. Curious to see it. I arrive Tuesday and will take the chance to show it all too.

Bisous
Kisses
XX




Translation by Juliana Cintra Mercadante

Fluo ainda...Paris Street-style...

blogfluo

Extraio da coluna de ontem do jornal um bom look fluo. Pense nele. Faça algo exatamente assim:  cadenciando, que a gente tenha vontade de fazer igual.  Se a cor é forte, não exagere nos elementos. Use uma roupa mais lisa. Funciona bem e não enjoa. Mais sobre link aqui.



I withdraw from my piece from yesterday´s paper a nice fluor look. Think about it. Do something exactly like this: harmonizing, in a way that make us wish to do the same. If the color is strong, don´t overdo on the components. Wear a plain outfit. It works well and doesn’t gets tired. More about it here.
Kisses

One week to Paris!!!!


Bisous
A+
XX
Uma semana para Paris!!!!




Translation by Juliana Cintra Mercadante

Vacances...

ferias3

Pausa para o respiro à beira do mar. Férias de blogueiro é assim. Algumas horinhas com vista para outras janelas, outras inspirações. Em uma semana eu volto para Paris. Terça-feira tem Lanvin na H e M. Maravilha ver um momento bom de encontro entre a criação e a valorização do uso comum das coisas. Que mais vezes a indústria do banal capte o luxo e que o luxo se torne sempre algo para ser bem desfrutado. Nada mais que isso. Nada de prisões...


A little break to breath by the sea. A blogger’s vacation is just like this. A couple hours outlooking different windows, other inspirations. In a week I’m back to Paris. Tuesday is time for Lanvin by H&M. It´s wonderful to witness such great encounter between creation and the appreciation of common application of things. May  the trivial industry captivates many times more the luxury and may luxury always become something to be enjoyed. Nothing more than that. No confinement...


ferias1
Que tudo seja sempre a visão do ir e vir. Do ter pelo prazer e não pela posse. 


May all become the foresight of come and go. Of owning by pleasure not by possession.



Beijos
Curte a cauda da Lakmé, uma das gatinhas que habita a casa tão maravilhosa que me recebe nesse final de semana...


Kisses
Dig Lakmé’s tail, one of the female kittens that inhabits the really wonderful house that entertains me this weekend…



XX










Translation by Juliana Cintra Mercadante

Xadrez...Paris Street-style 2010...

saiaxadrez


Vontade de uma saia xadrez. Não para eu usar, mas de ver mais mulheres com esse look. Um desafio para qualquer silhueta conseguir as medidas tão perfeitas. Da perna que entra na bota e não sobra e nem falta nada. Quando eu falo sobre ser difícil saia e bota é disso que estou falando. Bota tem que entrar na perna. Perna não pode faltar e nem sobrar na bota. Saia tem que ter o comprimento que valorize e alongue essa perna. Tudo complicadooooooo. Mas se você pegar de exemplo essa moça, pode ser que consiga reproduzir. Cintura marcada, blusa preta estilo dos collants que eu usava quando fazia balé. A bota me lembra também os anos 70. Quando eu era criança, meu sonho era ter pares de botas com canos longuíssimos! Tive alguns e inventei outros. Ela refez um look com maestria. Não importa a marca da roupa. Importa se ela veste você bem. Claro que a gente ama muito grandes criações, mas também tem que saber criar, inventar e refazer antigas fórmulas. 
Era isso. 
Blog ainda em fase de post forma de cápsula!
Dez dias para voltar para Paris.
Semana que vem tem o lançamento da coleção da Lanvin para H & M. Eu não estarei, mas tenho quem vai tentar conseguir alguma peça para mim. Sou fã de roupas assim. Moda democrática.  Não estamos em tempos de fazer desaforos ao dinheiro. Europa em crise amores. Qual o problema de vestirmos todas o mesmo Lanvin by H & M? Nenhum.... Vamos ver quem vai conseguir comprar. Caça quase em momento de ativar!




Really wanting
 a plaid skirt. Not me wearing one, but wanting to see women wearing it. A challenge to any shape to be able to achieve such perfect measures. From legs that get inside the boots without any excess or shortage. When I say it´s tricky to wear skirts and boots is that I’m talking about. Boots have to go along the legs. Legs can’t  lessen or exceed the boots. The skirt has to be on a length that prizes and elongate the legs. All soooooo complex. But if you mirror yourself by this woman, you may perform it again. Wasp waist, black blouse that reminds the ballet leotards that I used to wear in ballet class. The boots also reminds me of the 70’s. When I was a kid, I dreamed of having really high top boots! I’ve had some and I’ve made up some. She remodeled a look with sagacity. It doesn’t matter the clothes’ label. It matters if it dresses you properly. Sure we love many of the great creations, but also we have to be able to create, invent and renew old formulas.
That was it.
Blog still in a capsule configuration!
10 days to get back to Paris.
Next week it will be Lanvin for H&M launching. I won’t be there, but I have whom is gonna try to get some pieces for me. I’m big fan of clothes like that. Democratic fashion. We are not in times to do any insult moneywise. Europe is in a crisis, honey. What’s the matter in all of us wearing the same Lanvin by H&M? None…let´s see who is gonna actually get to buy them. Hunt mode!










Tem um post no blog do Viver Bem sobre o Pijaminha Fashion!
Carine Roitfeld puxa a moda...


There’s a post of mine at the Viver Bem blog about the fashion pj’s!


Carine Roitfeld sets the trend...




carine
Tenho passado alguns dias em Curitiba. Vim fazer uma cirurgia nada grave, mas que me tirou de circulação. Para me vestir, tenho que escolher bem as roupas. Não posso usar nada apertado. Pensando nisso, preparei um enxoval de peças quase pijamas com as quais eu posso ir ao médico, dentista, padaria, tomar um café com amigos e até a um restaurante. Antes de fazer essas escolhas, pesquisei referências e achei uma onda bem forte de roupas que a gente tanto pode combinar com um saltão e um super casaco para sair para rua quanto pode dormir com elas. Maravilha descobrir que essa é uma escolha de musas da moda mundial como Carine Roitfeld que, em meio a última semana de moda de Paris, apareceu para ver um desfile com um conjuntinho cinza de malha. Achei linda a ousadia de ver a calça e camisetinha molinha e simplinha combinada a um casaco com uma estampa de leopardo da Givenchy. Nos pés, Carine portava uma sandália de cetim rosa púrpura da Charlotte Olympia ( acho eu). A seu lado, o fotógrafo-gato Mario Sorrenti. Precisa mais alguma coisa para tudo estar perfeito???KKKK.




I’m spending a few days in Curitiba. I came in order to do a minor surgery, that kept me out of circulation. To dress myself, I have to make smart choices. Can’t wear anything tight. Thinking about it, I prepared a trousseau of almost pj’s clothes in what I can go to the doctor, dentist, bakery, have a coffee with friends and even to a restaurant. Before I made this choices, I researched for some references and find out a pretty strong wave of outfits that we can pair it with high heels and a great coat to walk out the streets or sleep in them.
Wonderful to find out that this is a choice by worldwide muses like Carine Roitfeld that, in the middle of the last Paris fashion season, showed up at a fashion show in a gray knit outfit. I find it gorgeous the audacity of wearing pants and a simple and sluggish t-shirt paired with a leopard print Givenchy coat. On her feet, Carine carried a purpleish pink satin sandals by Charlotte Olympia ( I believe so). By her side, handsome photographer Mario Sorrenti. Is there need to anything else in order to be quite so perfect? KKKKK.



operacao

Continue lendo clicando aqui.


To read more about it, here.






Som da sexta:
Friday's sound:



Beijos
Bon Week end




Kisses
Have a Nice weekend


XX
Ana






Translation by Juliana Cintra Mercadante

John Galliano's day! Paris street-style 2010...




estampa

Na contra-mão do fluo, nude, vermelho, verde, rosa, flores, listras e brilhos. Na contra-mão de um modismo que bate tão forte mundo a fora que fica quase impossível saber onde nasceu uma ou outra moda. Na contra-mão da boa moça, da garota do chapéu vermelho, da menina que se faz de meiga para mostrar as pernas, da tigresa....Bem, na contra-mão de todas essas, vi esse look na porta do desfile de John Galliano. Era Paris. Outubro passado. A imagem dormiu aqui pelos meus HDs. Viajei para o Brasil e mexi muito, mas muito em fotos. Hoje me deparo com ela. Acho o máximo os tons de tudo. Da estampas que me lembrammmm hummmm tachas, diz minha sobrinha. Verdade. Se for olhar as pulseiras que ela carrega...





On the opposite side of neon colors, nude, red, green, pink, stripes and sparkles. On the opposite side of a fashion trend that is so strong around the world that is near impossible to realize where one fashion or another was born. On the opposite side of the nice girl, the red hat girl, the girl that pretends to be so sweet to show off her legs, the tigress…Well, on the opposite side of all this, I saw this look at John Galliano’s fashion show entrance. It was Paris. Last October. The image slumbered here in my HDs. I traveled to Brazil and did lots, and lots of rummages through the pictures. Today I find her. I think the hues are great. The patterns remind me, hummmm studs, says my niece. Really. If you look at the bracelets she has on....



estampa1
Tem tudo a ver. Mas eu gosto de mais coisas por aqui, principalmente dessa brincadeira de comprimentos. Dessas sobreposições de tecidos que não armam, não deixam você presa. Gosto também da inocência do sapato bem maior do que o pé dela. A moda é também isso. Paixão que cega. A gente faz que não vê que o sapato está maior ou menor. Tudo pelo look perfeito. 



It’s all game. But I like many things here, especially the kidding around the lengths. The overlapping of fabrics that doesn’t stiff, that doesn’t confines you. I also like the innocence of the shoes quite bigger than her feet. Fashion is also that. A blind passion. We pretend we don’t see the shoes are bigger or smaller. All for the perfect look.



alegria

Bem, estou de semi-férias. Posts menores para não abandonar meu blog, mas me recupero de uma cirurgia, então não reparem a redução de conteúdo. Estou na área, mas com ordem de parar um pouco de trabalhar. Mas não posso resistir quando encontro imagens como essa. A questão aqui não é a moda que se usa e sim a moda que se ama. Esse moda que a gente ama me faz não querer nunca parar de blogar e também ficar incessantemente pensando em um novo post. Algo que traga mais do que uma cartela de cores ou a bolsa da estação. Quero consciência corporal. Quero alegria.  Para mim, ele é uma figura linda e moderna, sabe por que? Porque ri!!!!!!

Well, I’m kind on vacations. Smaller posts so I won’t abandon the blog, but I’m recovering from a surgery, so don’t mind the reduction of content. I’m around, but with doctor’s orders to quit work a bit. But I can’t resist when I find images like this. The matter here is not wearable fashion but the lovable fashion. The fashion that we love is the one that makes me an unstoppable blogger and also constantly thinking of a new post. Something that delivers more than a colors palette or an It bag. I want  body perception. I want joy. For me, He is a gorgeous and modern character, do you know why? Because he smiles!!!!!!



Adoro gente que ri. Pose é coisa fora de moda. Muito século 20 alimentar poses e rancores.
Século 21 é para ser ou suave ou engraçado. Nunca mal-humorado. A roupa fica feia em quem não tem astral e linda em quem tem. Copia e cola algo dele. Nem que seja o sorriso. 



I Love people who smiles. Posing is something out of fashion. Very 20th century to feed poses and bitterness.
21st century is to be kind and funny. Never ill-humorous. An outfit gets ugly in people that lacks high spirits and gorgeous on people that has it. Copy and paste something of him. Even if is his smile.




tons
Nem que seja o olhar. E copia também algo dessa mistureba maravilhosa que ela fez. A calça dobrada, a sobreposição de estampas, a armação do óculos. Para mim, isso é vestir-se bem. Não é um cabide de grifes, mas sim uma porção de boas referências. 

Even if is his glance. Also copy something of this marvelous crazy mix she made. The rolled up jean pants, the prints overlapping, the glasses frame. To me, this is dressing well.  Not a label hanger, but bits and pieces of nice trends.



Volto em duas semanas para Paris. 
Credenciamento para as semanas de moda que acontecem no fim de janeiro estão feitos.


I get back to Paris in two weeks.
End of January Fashion Shows credentials in the works.






Bisous
Kisses
XX
A+





Translation by Juliana Cintra Mercadante

Expresso oriente...Paris street-style 2010...

foto1
Juro que ele não estava posando para mim, mas ficou sem se mover como um animal de caça que percebe a mira de seu caçador. Juro também que ele me hipnotizou com um look que deve ser maravilhoso de usar e de ter. Instintivamente eu me aproximo. Instintivamente ele se entrega ao momento. Quero captar a essência de suas escolhas. Consigo. Todas as peças são imprescindíveis em um guarda-roupa. E eu tenho apenas as camisas brancas que, quando resolvo usar, penso em nunca mais tirá-las. Por que a gente não tem a sabedoria de aliar a elegância ao conforto sempre??????? Bem, respostas que teriam que ser embasadas em uma profunda pesquisa cultural (o que justifica tudo!), mas vamos ficar na superfície e tentar ao menos, uma vez por semana, exercitarmos o dom de transformar nossas roupas em excelentes abrigos.
De fazermos delas nossas peles. 

 I swear he was not posing for me, but he didn’t move a finger like a hunt animal that realizes the hunter aim. I also swear that he hypnotized me with this marvelous to wear and to be look.  Instinctively I bring myself near. Instinctively he delivers himself to the moment. I want to capture the essence of his choices. I do. All the pieces are vital in a wardrobe. And I only own the white shirts that, when I end up wearing them, don’t never want to take them off. Why don’t we have the wisdom to always unite elegance and ease???????
Well, answers that have to be based upon a deep cultural research (which justifies all the means!), but let´s keep on the surface and try, at least once a week, exercise the gift of turning our outfits in great shelters.
Of turning them our own skins.


Beijos
Bon Week-end
Kisses.
Have a nice weekend.
Ana 








Translation by Juliana Cintra Mercadante

At Chanel...

Japa
 Incrível como nessa temporada de moda os orientais deram um show. Eu adorei esse moço. Encontrei com ele muitas vezes durante os dez dias de Paris Fashion Week primavera-verão 2011 feminina.Uma vez ele estava de animal-print. E aqui ele está de bolsa Chanel!!!! Gostar ou não gostar é uma questão pessoal, mas tudo desse look é possível de ser usado por homens e mulheres de qualquer lugar do mundo. Não precisa ter a bolsa, se achar demais ( e se tirar do contexto pode até ser mesmo), mas pode ter a calça e a bota. Já fica de ótimo tamanho.
Minha dica: uma peça que super resolve em qualquer guarda-roupa- e que Emanuelle Alt é super adepta e eu também-, é a calça preta sequinha. Vai do salto ao All Star. Da camiseta rasgadinha ao paetê. Outra coisa que ele ensina bem aqui é como segurar uma Chanel discretamente. Sabedoria n ão querer esnobar o que já é evidente. Please. S'il te plaît. 

Amazing how in this fashion season the oriental crowd gave it a show. I loved this fella. I met him many times on the 10-days of 2011 Women Spring-Summer Paris Fashion Week. Once he wore animal print. And here is him with a Chanel bag!!!!! Like it or not is a personal view, but everything in this look is possible to be worn by men and women all over the world. You don’t need to have the bag, if you think is too much ( and taking it off the wholeness it can even be ), but you can have the pants and boots.  It´s about great at it is.
My tip: a piece of clothing that really can settle any wardrobe – and that has big fans on me and Emanuelle Alt – are black skinny pants. Works from high heels through converses. From a shred tee to sequins. Something else he kindly teaches us here is how to wear a Chanel discreetly. Wisdom in not wanting to snob what is already obvious. Please. S'il te plaît. 

Bisous
Kisses
XX





Translation by Juliana Cintra Mercadante.
 

Transparências... See through... Paris Street-style 2010...

transparencias

Ano de transparências usadas das mais variadas maneiras. Amei esta imagem. Ela ensina muito. Melhor falando: desde o post passado, eu mergulho nas misturas que as orientais fazem. Elas têm uma mágica de gueixas para se vestir. A vantagem de ser assim, pequena é que você pode colocar muitas referências juntas. Tudo que ela fez aqui deu super certo para ela, mas pode não dar para mim. Ou para você. Mas pode dar também. Conselho: transparência sempre com um sutiã que não coloca seus peitos em um pote. Mostre com respaldo. Mostre com sabedoria. Aprenda com ela. A elegância é atávica. Prova real aqui.

Year of the see through trend worn in so many ways. I loved this picture. It teaches a lot. Better saying: since last post, I’ve been diving in the mix that the oriental women do. They have a dress up geisha magic. The convenience to be tiny like this, is that you can wear many trends all together.
Everything she’s done here really works for her, but may not on me. Or you. But is can also work. An advice: see through always with a bra that does not put your breasts on a pitcher. Show them with care. Show them with wisdom. Learn it with her. Grace is atavistic. Real proof here.



Eu estou em Curitiba lançando meu projeto com a loja Namix e a Juliana Jabour. Minha frase 
" Roupa cara não esconde educação barata" foi parar em uma toalha com estampa da Juliana. A Namix é quem tem exclusividade sobre ela. Vou falar mais. Link aqui com os detalhes da venda da toalha. 

I’m in Curitiba launching my project along Namix store and designer Juliana Jabour. A phrase of mine “ Expensive clothing doesn’t hide cheap education” ended up on print in a beach towel with pattern by Juliana. Namix has exclusivity on it. I’ll talk more about it. Link here with details on the towel sales.
 


Beijos
Kisses
XX



Translation by Juliana Cintra Mercadante
 

Paris street-style 2010...Parca verde parte 1000...

composicao
Cheguei ao Brasil onde passo alguns dias para trabalhar, mas vou continuar falando de Paris. E não posso deixar de marcar bem essa peça que, se não é nova, é simplesmente uma obrigação no meu guarda-roupa e de quem gosta de peças que descomplicam a vida. Depois de meses namorando uma parca verde militar, acabei comprando uma na H & M, semana passada. Muito pela influência que essa imagem provocou em mim. Tudo aqui é bom. Tudo é para copiar. Tudo funciona. Exceto a bota de pêlo. Essa é para quem realmente é gueixa. Sucesso para quem é. O look não seria tão perfeito sem ela. 
Bon week end!
Beijos
Bisous
XX


I´ve just arrived in Brazil to work for a few days, but I´ll kept talking about Paris. And I cannot leave unnoticed this piece of garment, that is not new, but is simply an obligation in my closet and for whom likes clothes that simplify life. After months craving for a military green parka, I ended up buying one at H&M last week. Much for the influence that this image affected on me. Here all is nice. As all is to copy. Everything works. Except the fur boots. This one is for whom that is really a geisha. Success to the ones that are. The look wouldn´t be that perfect without it.
Have a nice weekend!
Kisses.




Translation by Juliana Cintra Mercadante

Eles também podem entrar nessa...Paris Street-style 2010. Lanvin para H & M...

eles

 Bem, o assunto capas não se encerra. Os meninos também usam e vendo esse look sinto cada vez mais o espírito de Coco Chanel por perto. Tão bom o jeito que eles resolvem as coisas. Tão lindo se vestir como eles. Tão bom ver que, mesmo se ele usa peças nossas (a bolsa Speed é um ícone nosso!!!!), ele faz de um jeito masculino que ma aguarda. Esse look é um dos melhores que vi este ano com o uso das capas. A bota é perfeita para quem vive em Paris ou em qualquer lugar. Sapatos muito altos são lindos, mas a gente não pode viver muito tempo em cima deles. Então, tem que encontrar a elegância, sem delírios. Pura. Ele achou a dele. 

Well, the subject capes doesn´t end. The boys also wear it and observing this look I once again feel Coco Chanel’s spirit around. It´s so nice the way the settle down things. So handsome to dress like them. So nice to see that, even when he wears our things (the Speedy bag is our icon!!!!) , he does it in a masculine way that pleases me. This look is one of the best I saw this year in matter of capes. The boot is perfect to whom lives in Paris or anywhere else. Very high shoes are gorgeous, but we can´t live in them for a long time. So, we have to find grace, without insanity. Pure. He founded his.




E para quem não viu ontem, o vídeo maravilhoso da Lanvin para H &M.
Lançamento é no dia 23 de novembro. 

And for who did not see it yesterday, Lanvin’s wonderful video for H&M.Launching by November 23rd.








Mais de mim na parte 2 do post Sapato fetiche clique aqui
More from me on the post Fetish shoes part two here.

E no post fofo da Fazendo a Gioconda clique aqui
And a cute post by Impersonating Gioconda here.
Bisous!
Kisses!



Translation by Juliana Cintra Mercadante

Vogue Paris novembro 2010, Sasha Pivovarova, Emanuelle Alt, Mario Sorrenti...

Sasha
E o peace and love que eu tanto prego e falo aqui no blog foi parar na capa da Vogue Paris de novembro que não tem Sasha Pivovarova como protagonista, mas tem a top russa num editorial chouchou que a gente vai ver hoje.

And the peace and love that I preach and talk so much about it here in the blog ended up at Paris Vogue November cover that doesn´t have Sasha Pivovarova as protagonist, but has the Russian top model in a chouchou editorial that we are going to see it today.
 

A capa é com Natasha Poly maravilhosa morena. Bem, o Dino, meu info-hunter amado de fortaleza me mandou as imagens na quinta passada, mas eu fiquei analisando e pensando a escolha da Carine Roitfeld pelo tema. Claro que tem a onda setenta super forte no ar. Coleções que começaram com o desfile croisière da Chanel ( apenas para citar uma marca forte). Mas não é isso apenas. Dentro da Vogue Paris, o clima anos 70 é recorrente. E mesmo no meio das modelos, ele também é vivante. Sempre. Ser seventies é uma opção de vida. Voilà.

The cover has Natasha Poly wonderfully brunette. Well, Dino, my beloved info-hunter from Fortaleza sent me the images last Thursday, but I kept studying it and thinking about Carine’s theme of choice. Sure there is a strong 70’s wave in the air. Collections that started with Chanel’s  croisière fashion show (only to name one solid brand). But it´s not only that. Inside Vogue Paris the 70’s mood is recurring. And even among the models, it´s also quite lively. Always. Being 70’s is a way of life. Voilà.


peace
Tem épocas que soa cafona (para alguns) usar trançinhas, franjas a la Jane Birkin, pêlos, bolsas de franjas, cores, camisetas com símbolos de paz e amor. Tem outros que é moderno. Mas esse povo que faz a Vogue como...


MAriojuliaemanuelle

Emanuelle Alt e seu amigo "quase" inseparável Mario Sorrenti são desse time. Com eles, a coisa é easy going. Nunca andam bling bling. Nunca mudam seus estilos. E ontem, conversando com amigos ligados à arte e à fotografia, que também vivem aqui em Paris, a gente comentava exatamente o diferente que é ver uma Vogue Paris do que ver outras publicações da mesma bandeira. O clima é de uma abordagem mais humana das coisas. Sexualidade, relações, viagens, encontros, se você olhar os editoriais da revista vai perceber que é sempre uma pegada menos mecânica. E isso faz realmente a moda ficar menos chata. Mesmo. 
PS: Julia Roitfeld veio de presente nesse snap-shot que fiz do Sorrenti acompanhando Emanuelle na saída do desfile da Balmain... 

Emanuelle Alt and her “almost” inseparable friend Mario Sorrenti are team 70’s. With them, the thing is easy going, Never bling bling. Never change their styles. And yesterday while talking to friends linked to arts and photography, that also live here in Paris, we comment exactly how different is Vogue Paris from the other Vogues. The mood is of a more human approach of things. Sexuality, relationships, trips, dates, if you take a look at the magazine’s editorials you will realize that is always a less mechanical track. And that makes fashion less boring. Really.
OS: Julia Roitfeld came as a gift in this snap shot I made of Sorrenti walking along Emanuelle on the way out of Balmain’s fashion show…
 

 




Bem, para confirmar o que eu digo: "Um domingo na campanha" no editorial com Sasha. 
Well, only to sustain what I say: “A day at the field” in Sasha’s editorial.



As roupas? Aqui todas influências seventies. Desde os frutos até as flores. Desde o preto básico, curto para usar com o óculos papillon, até os longos fluidos transparentes. E um último comentário: o que é essa mini-Freja???? Fofésima... Tem dúvida sobre os anos 70? Bate um Google neles e busca imagens.

The clothes? All the 70’s influences. From fruits to flowers. From basic Black, that I dig to wear with papillon sunglasses, till the translucent longs and fluids. And one last comment: what is this mini Freja? The cutest…Any doubts about the 70’s? Google it and search for images.
 








Bem, bom feriado. Bom tudo. Eu fico aqui na vontade de ter um chapéu desses. Vou encomendar o meu assim que possível. Ele foi forte no street-style da Paris Fashion Week. Algumas fotinhos que eu publiquei no FFW falaram exatamente sobre esse movimento:

Well, Nice Holiday. Nice everything. I´ll stay here wanting a hat like this one. I’ll order mine as soon as possible. It was a high trend on street style at Paris Fashion Week. Some pics I published on FFW show exactly this movement:

IMG_7091

seventies

JuliaRestoinRoitfeld
E fecho com a Julia que não me deixa mentir. Linda, suave, nas cores do inverno e très très peace and love.
And I close with Julia that does not let me lie. Pretty, sweet, in winter colors and really really peace and love.


O som que eu escuto agora:
The sound I hear now:







Bisous
A+

Kisses


Translation By Juliana Cintra Mercadante



LinkWithin

Posts relacionados