Paris flash-back 2008, 2009...

CARINE
Pensando que o tempo não existe na moda, ele se funde tanto entre passado, presente e futuro que, por vezes, eu nem sei mais em que ano estamos. Sério, a partir de amanhã vamos começar a ver o Outono-inverno 2010/11 então estamos no futuro, mas nas passarelas ( pelo menos no exemplo de NY, Londres e Milão até agora) muito revival!!! O povo do Twitter reclama que os tricôs, crochês, negros e modas anos 50 ( vide Prada) tem cheiro de naftalina. Eu não concordo. A roupa pode trazer a silhueta e os materiais do passado, mas o comportamento é totalmente diferente. So.... Pensando nisso, dei uma revirada nos meus arquivos de 2008 e 2009 e olha o que eu achei. A febre do jeans começava aqui. Verão de 2008 e Carine Roitfeld se enfiou dentro desta saia durante toda temporada menswear e alta-costura. Não deu outra. Ela determina o tempo.
 

Thinking that time is not fashionable, it merges both between past, present and future that sometimes I do not even know what year it is. Seriously, from tomorrow we will begin to see the autumn-winter 2010/11 then this is the future, but on the runway (at least in the case of New York, London and Milan so far) very revival! The people of Twitter claims that knitting, crochet, black and fashions 50 years (see Prada) smells of mothballs. I do not agree. Clothes can bring the silhouette and materials of the past, but the behavior is totally different. So .... Thinking about it, I had a trashed files in my 2008 and 2009 and look what I found. Fever of jeans began here. Summer of 2008 and Carine Roitfeld is stuck in this skirt all season for menswear and haute couture. He was right. It determines the time.


Outros looks do passado (todos de 2008, vejam bem!!!) com jeans. Street-style anunciou forte. 

Other looks from the past (all of 2008, mind you!) With jeans. Street-style announced strong.

blogflashback
blogflashback5
blogflashback10
Nas ruas também tinha muito...
The streets had very
ruas-paris
A saia comprida é uma das apostas para o inverno 2010/11. Em 2008, estava nas ruas de verdade com bota cowboy e bolsa speedy da Louis Vuitton, outro clássico que, vez por outra, vira febre por aqui. O bom desse modelo Vuitton é o preço aqui na Europa: 400 euros.

The skirt is one of the stakes for the winter 2010/11. In 2008, he was on the streets of truth with cowboy boots and bag from Louis Vuitton speedy, another classic that, occasionally, fever seen here. The good of this model Vuitton is the price here in Europe: 400 euros.
blogflashback11
Bem, antes de soltar o filme e dizer que tem foto nova no Labyrinth mostro o salto altíssimo e calça dobrada. Outra moda que, aqui Paris, insiste em continuar. Agora, o vídeo que não me deixa mentir. Fiz uns testes para matérias assim, mas acabei parando de fazer. Um bom motivo para eu reativar a fórmula.
Bisous A+

Well, before releasing the film and says he has new photos show the Labyrinth in high heel shoes and folded. Another fashion that here Paris, insists on continuing. Now, the video will not let me lie. I did some tests on subjects like this, but just stopping to do. A good reason for me to reactivate the formula:
 
Tomorrow begins the Paris Fashion Week ... Bisous A +


7 comentários:

Ana Patrícia Lima disse...

Adorei!!

Até pq a minha pesquisa de mestrado foi sobre a Moda Jeans. :)

bjos!

Sarah disse...

Mas o jeans nunca saiu da moda para ser tendência ou febre.

O que está na moda é jeans com jeans, coisa que há 2 temporadas atrás, qualquer fashionista ficava arrepiado só de pensar nisso. Daqui a pouco cai em desgraça de novo.

Ana Clara Garmendia disse...

O jeans sai de moda sim, pelo menos aqui na Europa teve um tempo que ele desapareceu total, ninguém fazia! Agora ele volta como aposta total, esta em todas as boas revistas e não é jeans com jeans não. É jeans com outras combinações.

Ana Clara Garmendia disse...

Ah e isso aqui é um flash back! Estou falando em 2008!!!!

anderson lago disse...

Lembro bem desta foto de Carine,a febre da saia jeans..depois dela é claro..bjs

henrique teixeira disse...

Adoro e dou valou a mão de obra primaria (referindo ao tricô)

xoxo Henrique Teixeira

DirtyBoy disse...

A moda lida com signos (roupas, etc) logo, os significados destes mudam de acordo com o espaço-tempo e refletem a mentalidade coletiva e/ou a identidade no indivíduo.
O jeans hoje tem um significado (seja lá qual for) diferente do que tinha nos anos 1910 (uniformes do proletariado)ou 1950/60 (rebeldia, James Dean).
Acho leviano simplesmente tachar as coisas de ultrapassadas; a moda tem seu vaivém, mas nunca quer dizer a mesma coisa!
Enfim, esse texto ainda poderia ir longe, mas é só um comentário!

adoro seu blog, por sempre me fazer pensar...

boa temporada,
=D

LinkWithin

Posts relacionados