Moda Paris: Claudia Schiffer, Inez van Lamsweerde e Vindoodh Matadin, Stefano Pilati, Manifesto 2009, YSL...




Claudia Schiffer está na quarta ação de marketing viral que a Yves Saint Laurent faz. Meio milhão de jornais com as fotos da top feitas por Inez van Lamsweerde e Vindoodh Matadin nas colinas de Hollywood serão distribuídos depois de amanhã...




Paris, Londres, Milão, Tokio e Hong Kong são os alvos da grife de uma dos maiores nomes da moda do século 20. Yves abandonou a costura no ano de 2002. Morreu em 1° de junho de 2008. Antes disso passou a ser uma sombra viva de seu trabalho. O italiano Stefano Pilati entrou no comando da criação em 2004 ( Tom Ford passou por ali, mas não durou) e, vamos combinar, realiza um trabalho maravilhoso na Yves...




O Manifesto aguça a vontade da gente conhecer mais a marca. De ter um exemplar com as fotos das maiores tops dos últimos anos. Teve Gisele, Kate, Naomi e agora Claudia. Incrível. Fico pensando em como é diferente o tratamento às mulheres de mais idade na Europa e no Brasil. Fiquei abismada com os comentários que li num blog brasileiro criticando as fotos de Madonna na edição especial da revista W feita por Steven Meisel no Rio de Janeiro. Muitos chamavam Madonna de velha. Sorry... Velhos são os conceitos de achar que beleza tem idade. Isso jà era e faz tempo.




Voltando ao Manifesto. Tenho uma amiga-irmã que mora em Saint Germain, perto das lojas de Yves. Eu moro ao lado da fundação. Estamos bolando um plano de ação para não ficarmos sem as sacolas com o coração de Saint Valentin, dadas aos dois mil primeiros agraciados com o Manifesto.




Pode parecer bobagem. Pode até realmente ser. Mas é uma atração, como falei antes, pela maneira de ligar à moda a outros elementos que não os apenas comerciais, ainda que tudo tenha esse fim.



Acredito que mesmo Pilati e sua equipe querem fazer a marca Yves ficar viva e de uma forma diferente das demais. E ela, para mim, está mais viva e boa do que nunca. As roupas da coleção fotografadas para o Manifesto mostram uma coerência no trabalho de Pilati unido ao espírito de Yves.




Quando Yves ainda vivia, eles se falavam pouco. Ele não interfiria no trabalho de Pilati, mas gostava, apesar de ter confessado que a moda, para ele, não era mais a mesma. Yves Saint Laurent não assimilou bem a virada de estilo de vida das mulheres nos últimos 20 anos.




Ele começou a trabalhar muito novo. Logo aos 18 anos, viveu uma curta experiência como assistente de Christian Dior. Em 1957, Christian Dior morre e Yves, com apenas 21 anos, assume seu lugar. Naquela época, as mulheres tinham uma outra relação com o vestir. Não eram as mesmas que hoje compram roupas em lojas grifadas, pelo menos não a maioria.



Bem, dedico o post de hoje a Yves. Sem mais palavras.


Assiste o teaser do Manifesto:



Recadinhos não dados:
Sobre Gareth ir para a Dior. Nada confirmado, mas Kris van Assche tem a marca e o público dele. Ps: eu espero que continue na Dior.

Sobre casacos de pele verdadeira não brilharem. Luciene, acho que a Glorinha Kalil devia estar brincando quando disse que a diferença entre os verdadeiros e os falsos era que os de bicho mesmo não brilham. Brilham e muito! Uma das características do vison é o brilho que ele tem. Eu não achei a matéria.
Procurei umas imagens que queria publicar hoje sobre Lv. Não achei, mas meu amigo blogueiro Antônio fez as dele em outra capital desta maravilhosa Europa. Vê o post dele aqui

Bisous
A+

3 comentários:

poor guy fashion victim disse...

bonitas as fotos do manifesto e óptimo YSL ter usado uma modelo com mais de 30 anos ;)) beleza não tem idade mesmo como você muito bem diz.

Lauren disse...

Ai, que decepção que me deu ao saber que não conseguirei este Manifesto!
E, sobre a Madonna, concordo plenamente com você, Ana!
Os brasileiros continuam muito com aquela mentalidade atrasada, boba, careta! Tudo é velho, gay, bizarro, demais...uó! Sinto falta das mentes abertas.
O pior, é que tem gente do mundo da Moda daqui com este tipo de pensamento. Horrível!
bjokasssss

Lauren disse...

Ai, que decepção que me deu ao saber que não conseguirei este Manifesto!
E, sobre a Madonna, concordo plenamente com você, Ana!
Os brasileiros continuam muito com aquela mentalidade atrasada, boba, careta! Tudo é velho, gay, bizarro, demais...uó! Sinto falta das mentes abertas.
O pior, é que tem gente do mundo da Moda daqui com este tipo de pensamento. Horrível!
bjokasssss

LinkWithin

Posts relacionados