Moda Paris: Chanel, Kate Holmes, Miu Miu, Mert e Marcus, Raquel Zimmermann, Roberto Cavalli...



Uma forte ventania se abateu sobre Paris ontem. Lembrei de uma frase de Mario Vargas Llosa. Ele dizia que as mulheres " bruxas" têm medo de vento. Toda a mulher é bruxa no sentido de enfeitiçar, de achar um caminho diferente para se comunicar com o mundo. Para se fazer sobressair em meio a outras tantas. Foto de porta de desfile em dia de frio e chuva de Paris. Clique nela para ver maior.


Na batida ainda de falar de cabelos e adornos ( na outra foto ela usa um broche no cabelo lindo!!) aqui mais uma "chanelete" em dia de desfile. Seus enfeites vêm com cabelos bem bagunçados, geralmente em rabos ou coques que são totalmente destruídos.




O tempo não é para tudo fechadinho, hermético não. Aqui ela usa um flor de papel que a Chanel coloca nas suas sacolas e a transforma em um enfeite de cabeça. O rabo-de-cavalo é totalmente ocasional. O vestido, quase careta.




Toda idade esconde uma beleza ímpar. Acho que fui tomada pelo ar forte que sacode as nossas portas de Paris. Me sinto completamente remoída com o barulho do vento que soprou durante mais de 12 horas por aqui. A moda de agora é assim: absolutamente mista. Todos podem tudo. Apenas os exageros estão de fora. E eu adoro a mistura de um tempo forte e cadenciado.



E nesta temporada fria, muita imagens boas de moda atravessam meu caminho. Raquel Zimmermann absoluta no tapume da loja de Roberto Cavalli na Faubourg Saint-Honoré...




Tempos de muitos casacos com ombros ( não esqueça jamais deles em se tratando de novas formas).




E tempos também de casacas...




E das polêmicas peles. Falsas ou não. Não dà para a gente saber e tampouco pedir licença para tocar no casaco e ver se é sintética. Algumas são tecnicamente perfeitas.





Saiu na íntegra agora a campanha da Miu Miu com a Kate Holmes para a primavera-verão 2009.





Fotos de Mert e Marcus que me parecem "invernais". Miuccia prevê um não-verão? Ou um verão muiiiitooo quente????



Who knows? Aqui tudo pode acontecer. Hoje escutei uma boa nos jornais de economia que acompanho. A crise começa a arrefecer em alguns pontos super importantes do circuito intenacional.



E ontem eu publiquei uma foto da boneca Barbie Merkel e hoje leio que a Barbie envelheceu. Ela fez 50 anos agora e não atinge mais o público que antes atingia. A Martell estuda estratégias para reposicionar a ex do Bob no mercado cibernético das adolescentes que deveriam brincar com ela. A Barbie virou vò. E agora? Muitas perguntas.



E as flores, assim como o rosa de ontem, estão por tudo na entrada das coleções primavera-verão 2009. Estas são do Jeremy Scott em coleção exclusiva na Colette.

Vou e volto amanhã ao sabor do vento. Talvez menos forte. Talvez mais...
Bisous
A+

Um comentário:

Luciene Vieira disse...

Oi, Ana! A Gloria Kalil desfilou com um casaco de pele lindo e fake no SPFW de julho 2008. Como todos perguntovam se a pele era verdadeira ela postou no Chic uma explicação ótima: pele verdadeira não tem brilho e não reflete com o flash (ela até brincou se alguém já viu cachorro brilhando). Já as fake, além de corretas,têm um brilho lindo. Tive preguiça de buscar o link, mas fuçando por lá você acha, que o post é bom e vale a pena - assim como os seus!

LinkWithin

Posts relacionados