Moda Paris: Alta Roma, Barack Obama, Gareth Pugh na Dior homme?, Ethical Fashion, Diane Vreeland, Imane Ayissi, Lorenzo Riva, Silvia Owori...





"Roma não conta". Frase de Giorgio Armani sobre os desfiles italianos. O Alta Roma, temporada de desfiles romanos, aconteceu neste final de semana e teve algumas vertentes interessantes e as conhecidas homenagens a Barack Obama. O vestido com seu rosto é da marca Gattitoni. Sinceramente? Eu cansei. Jean-Charles de Castelbajac faz este tipo de coisa faz bastante tempo. E por falar nele, vai vestir Britney Spears em sua próxima turnê. E ele vestiu Sarah Jessica Parker em uma temporada de Sex and the City...






Sobre o Alta-Roma teve uma parte reservada à moda ética. Muitos estilistas africanos participando como Kofi Ansah. O trabalho deles é todo em cima de tecidos naturais, sem tingimentos que agridam à natureza e todo o discurso de uma roupa reamente correta. A ideia é fazer de Michelle Obama uma embaixatriz desta moda.





No evento, estilistas que passaram por Paris, mas deixaram o lado bling bling daqui para cair em outra seara. Imane Ayissi trabalhou em Dior, Lanvin, Givenchy, Saint Laurent e Valentino, e agora tem carreira-solo. Ele é da República dos Camarões.



A roupa, bem, a roupa, é para desfile. Com certeza, o produto final deve ser mais usável.



A briga entre Paris e Roma é antiga. Na verdade, a Itália tem uma indústria maravilhosa de moda, mas não consegue se organizar e tampouco dar glamour a seus eventos. Mesmo a Fashion Milão, não tem tanto flash quanto Paris.



Aqui o trabalho de Silvia Owori, estilista africana que abriu uma agência de modelos em Uganda chamada Ziper Models. Silvia lançou a primeira revista africana totalmente dedicada ao público feminino. Ela se chama African Woman.




Dentro do evento uma outra turma que não faz a moda ética com cara de ética, que mais me parece étnica. Lorenzo Riva participou com vestidos coloridos e esvoaçantes e me parece bem dentro da tendência de verão 2009, pensada antes da crise. É bom falar que a moda de agora se divide em quem a projetou antes de crise internacional e quem conseguiu pegar o bonde depois.



Classicismo a la Dior em Riva...




E o brilho dos paetês que a gente vai ver muito ainda no próximo ano. Ontem fui ao salão Prêt-à-Porter Paris e vi todas as tendências para o inverno 2010. Tinha paetês.




E a Alta Roma também tem seu Elie Saab. O estilista libanês Abed Mahfouz bebe na mesma fonte de seu conterrâneo.




Por fim; com a imagem de Mahfouz ( todas de reprodução de agências internacionais) quero contar que na Alta Roma aconteceram vários eventos paralelos como o Fashion on Paper, uma mesa de debates de editores de moda com comando de Diane Vreeland e a participação do Scott Shuman, o Sartorialist. Ainda no Alta Moda Roma um concurso de estilistas. Quem ganhar vai ter coleção de sapato e bolsa produzido e vendido em todas as lojas Furla do mundo.



Muda o disco




Dita von Teese vestida de Saab em uma das fotos publicadas de seu show de strip-tease no Crazy Horse. A estreia foi domingo e Dita fica até o dia 15 de fevereiro se apresentando com as dançarinas da casa de shows mais chique do nu de Paris.



Os garotos do Metronomy em versão oficial vestidos de Karl Kagerfeld.


E por essa muita gente não esperava




Aumentam os rumores de que Gareth Pugh vai para a direção da Dior Homme. O grupo LVMH é quem sustenta sua carreira no momento e divulgou que Pugh tem boas características para dirigir a maison. Noticia ainda não confirmada. Bem que eu achei estranho todo o bafo em torno dele e sua vinda para Paris...


Bisous
Paris -3°C
A+



2 comentários:

Sunny Kanoi disse...

adoreio novo visual ana parabens!!! bju

poor guy fashion victim disse...

Que vai acontecer ao KVA?

LinkWithin

Posts relacionados