Moda Paris: Dior, Emma Watson, Dita Von Teese, Eva Green, Katy Perry, Lily Allen, Marion Cotillard, Harvey Weinstein, primavera-verão 2009...


Entro correndo. Posto as fotos e vou ao desfile de Marithé François Girbaud é de là do Carrossel do Louvre escrevo sobre o dia de ontem. Adianto que a Dior de John Galliano renovou tudo. Tribal-chic para substituir as clássicas mulheres da coleção passada. Touch rock no som, touch couro e píton. As manecas pareciam Pedritas-chic (nos penteados, imensos coques frisados e armados no alto da cabeça, nos detalhes de pedras marfim usados em colares, sapatos e roupas). O Barney largou o dinheiro!



Volto daqui a pouco. Imagens do desfile curtíssimo de Dior, com alguns looks longos, porém transparentes, no final. Super brinde para a gente. E ainda as fotos exclusivas do blog no final com Eva Green, Katy Perry, Marion Cotillard, Lily Allen, Dita von Teese, Ema Watson... Voltei. Então, a Dior mudou de cara! Ficou mais jovem para atrair clientes com menos de 25 anos ou quer deixar suas habitués mais novas?



Pode ser uma ou outra resposta. Podem ser as duas. Outra boa explicação para a simplificação das roupas é a crise no mercado financeiro internacional. A instabilidade é grande. Hora de segurar a pegada. Bom momento para os beges e...


O branco com brilhos ( não sei se são tachas ou algum outro tipo de pedra prateada, me parece mais a primeira alternativa). A verdade é que eu gostei da mudança da Dior. Gosto de grife que se posiciona ao sabor da economia e política. O que é super interessante é que, neste momento, Galliano é quase o costureiro oficial da primeira-dama da França, Carla Bruni-Sarkozy, e a veste com todo classicismo que a posição pede.



Os vestidinhos de "dia" vão vestir Carla? Vai a mulher do presidente usar estes microvestidos ou é apenas realmente uma coleção para desfile e depois a Dior pensa no que vai fazer? Too many questions . Bem de tudo quero dizer: adoro que as leggings pretas continuam. Adoro os corsets. Adoro os cabelos e adoro...



As transparências que muita gente fez. Um exemplo próximo? Roberto Cavalli verão 2009. Veja aqui.



E se Milão tem em Roberto Cavalli um "rei" pelo humor e egocentrismo, Paris tem o inverso. O belga Martin Margiela comemora 20 anos de carreira e merece, outro dia, um post inteiro para contar sua história. Passo rapidamente uma das imagens do desfile de ontem, quando as várias fases do criador foram lembradas, mas com toques novos...Clima de festa e sempre a "não presença" física de Margiela.



Voltando para a Dior. Dei uma de paparazzi e fotei algumas das atrizes e cantoras que foram ao desfile ontem. Eva Green mais linda ao vivo do que em algumas fotos é a estrela da campanha do perfume Midnight Poison. Vê o filme do perfume aqui



E ontem foi a entrada oficial da Marion Cotillard nos desfiles de Paris. A atriz vencedora do Oscar de melhor atriz, por ter interpretado Edith Piaf como ninguém, apareceu de cinza clássico. Com ela o produtor Harvey Weinstein. Os dois trabalham juntos em um musical chamado Nine.




E eu não perdi a tietagem e a beleza de Marion...Segue as fotos...








Para encerrar as outras garotas Dior: Lily Allen, Dita von Teese, Katy Perry e Emma Watson. A presença de todas elas me faz pensar que a possibilidade de Dior querer renovar o casting de consumidoras está certa. Mas as sexys-girls como Dita von Teese permanecem ma mira da grife. Minha dúvida é onde ficam Marion Cotillard e Carla Bruni-Sarkozy? Alta-costura para elas. Roupas sob medidas para as estrelas maiores.
Bisous
A+
Amanhã mais Paris

Moda Paris: Balmain, Christophe Decarnin, Gareth Pugh, Kris Van Assche, Lenny Kravitz, Rick Owens, Zoe Kravitz, primavera-verão 2009....


E a correria dos desfiles começou forte no sábado. Resumo: muito trabalho, muitas fotos e pouco tempo para blogar. Paradoxal. E o Palais de Tokyo, uma das bases do blog, foi onde o inglês Gareth Pugh fez sua estréia em Paris. O estilista veio em primeira temporada para cà e seu desfile teve muita gente vestida à caráter. Anjo dourado na minha mira e de todos os fotógrafos que estavam là.


A jaqueta é incrível. É do Gareth e parece ser pesada, mas não é...




Mais roupa do Gareth... A gola e o cinto são dele e, misturados a peças clássicas (o que muita gente faz) fica muito bom. O preto não cessa nunca.



E estas fotos do povo que foi ao desfile são apenas para esquentar e dar o tom das portas e bastidores. Ainda tenho muito mais. Mas hoje tem Dior e Martin Margiela. Não posso perder. As outras vou postando ao longo da semana e depois too...



Quanto ao desfile foi todo em preto e branco ou preto e marfim. Sempre nesta cadência do escuro atrás e o claro na frente. Tem casacos bacanas que podem ser usados ( alguns me dão a impressão que não), capuzes e umas calças articuladas ( lembra do Jaspion????) em tecidos como borracha, vinil, não dà para saber ao certo, mas o resultado é um trabalho bem caracterizado. Gareth em fase de crescimento com o apoio da Câmera Francesa de Costura e a presença da Carine Roitfeld no desfile e do estilista Rick Owens. Sua entrada em Paris é bem apadrinhada. Bem, isto foi sábado.




E ontem teve Rick Owens ( a edição està em ordem exata dos acontecimentos, para avisar). A coleção toda em preto e cinza com Mariacarla Boscono abrindo a apresentação em meio a nuvens. As roupas são o padrão Owens, um rapaz fortão, meio estranho, apaixonado por Iggy Pop e cheio de amigos roqueiros.


Lenny Kravitz tirou o maior sarro "sacando" sua máquina do bolso ao ser bombardeado pelos fotógrafos. Na entrada ( tenho mais fotos) e na saída. De pé, vestido curto e sapato vermelho, sua filha Zoe...



Na hora do desfile eu não entendi bem o tema. Sei que o Rick faz sempre algumas coisas como as botas que parecem patas ou umas polainas de couro amaradas na perna. No inverno foram de pelos. Desta vez, fui entender, um pouco mais sobre sua criação, depois. Ganhamos uma camiseta e um lenço. Nele, uma pintura de Rick estourado a cabeça com uma arma, o sangue jorrrando para trás. Em frente, como um reflexo, jogado sobre uma mesa, um corpo que parecia ser dele mesmo. Uma terceira pessoa ainda no quadro. Uma mulher, sentada, parece estar morta também. Forte.



Mas se olhar a roupa, apenas ela, vê-se os casacos e os macacões com as costas de fora. E algumas asinhas que, para mim, para meu olho, também são detalhes de origâmis.



Um registro da coleção de Kris Van Assche. O estilista da Dior Homme mantém sua grife feminina com uma coleção em quase tudo preta e fase smoking too. Yves Saint Laurent total...



E o Kris de camiseta com foto. A moda é usa-las com ídolos. Aqui todo mundo usa. O blog postou sobre isto no dia em que esteve em Amsterdã. Não consegui decifrar quem é na roupa de Assche.



Christophe Decarnin e sua Balmain rock-chic. Ainda as calças justas, com rasgões ( homenagem à Margiela???) da coleção passada. As padronagens saem das zebras e cobras do inverno para entrar em nuvens no verão 2009. . Os shapes nada novos. Os casacos são um mix de jaqueta e blazer...




E os vestidos são meio rumbeira chic. Com Raquel Zimmermann levantando este branco.




E ainda esta Pedrita num quase "não vestido". A pedraria preta é linda.


Para terminar, outro modelo clássico Balmain. O que tem de novo aqui? O verde. O resto é sempre bom, lindo, perfeito. A temporada Paris começa sem grandes ousadias de modelos. Sem riscos. As idéias se sofisticam, mas ninguém pira em um tempo onde o mercado continua super instável. Se vendeu no passado, então é melhor continuar na mesma linha.
Eu corro para continuar...
Palavras na minha cabeça? Cafonismo ( nas festas!!!), origamismo, classicismo, rock'n'roll e pessimismo.
Bisous
A+

Moda Paris: Adriana Lima, Carla Bruni, Kate Moss, Isabeli Fontana, Nicolas Sarkozy, Patrick Demarchelier, Paris Fashion Week verão 2009...


E antes de abrir a expo sobre a carreira de Patrick Demarchelier, dia 30, terça-feira, em meio à Semana de Moda de Paris Primavera-Verão 2009, a polêmica jà se instalou sobre ela. Uma foto de Carla Bruni e Kate Moss nuas, feita em 1993 pelo fotógrafo francês, teria sido supostamente tirada da mostra, mesmo estando dentro do catálogo oficial da retrospectiva de Demarchelier.


A única foto de Carla Bruni-Sarkozy, mulher do presidente da França, Nicolas Sarkozy, a ser vista no Petit Palais é esta em que ela aparece de pretinho básico. Segunda-feira, dia 29, tem lançamento com festa à noite e a presença do casal Carla- Sarkozy foi confirmada. Então, não ficava bem a ex-modelo e hoje cantora e primeira-dama francesa nua em exposição... Talvez seja este o motivo da foto estar na mostra.


Bem hoje começam os desfiles. Eu vou acompanhar de perto direto aqui de Paris. Enquanto não começam a chegar as novidades, algumas imagens confirmadas na exposição que comemora os 30 anos da carreira de Patrick Demarchelier. Esta é a brasileira Isabeli Fontana. O blog publicou a notícia sobre esta expo dia 18 de setembro. Relembre aqui.



Além de moda, Demarchelier é um execelente retratista... Meg Ryan..


Vogue Paris, revista que, apesar de não ser feita na cidade onde ele é baseado ( Patrick mora em NY), sempre tem grandes editoriais do fotógrafo...



Madonna, quase uma Marylin, em foto de 1990.


Calendário Pirelli 2005...



Scarlett Johansson para a Vogue América...



Naomi Campbell e...



A brasileira Adriana Lima fazem parte das 400 ( ou 399) fotos da exposição.
Bisous
A+

Moda Paris: Dsquared2, Fendi, Karl Lagerfeld, Marni, Versace, Milão Fashion Week, verão 2009...


E eu não pude resistir ao apelo cafona da Dsquared2 para o verão de 2009. Resumo meu: além de um grande classicismo e do origamismo, a gente tem o cafonismo... Seguem algumas outras imagens para confirmar que a moda não pode descartar o lado cafona da vida, ou para ser mais chique, o lado kitsch...



O clássico look Saharieene de Yves Saint Laurent com Veruska como musa- uma imagem marcante da história da moda da segunda metade do século 20- bem lembrado pelos italianos. Quer ver a imagem original? Clique aqui.



Camiseta, calça jeans, cintos( eles estão por várias coleções e até eu que nunca usei estou precisando de um) e um bom óculos. Que mais a gente precisa para ser feliz numa sexta-feira? Claro que muito mais coisas, mas uma simplicidade destas cai bem. Falei estes dias sobre o não usar carteira. Não por não achà-las lindas, mas por não serem práticas. São para momentos de riqueza, se é que me entende...




Fendi deu uma virada. Lagerfeld sabe encarar a crise de frente, até porquê, para ele, ela não existe. O mercado do alto-luxo- escala em que a Fendi e seus preços se enquadram- não deve se abalar. Talvez apenas adaptações para mais uma mudança no estilo do consumidor. Depois da China ( lembra que a grife fez um desfile nas Muralhas??? Olhe aqui) é para a Rússia que o mercado se volta. O Brasil também, deve, em algum tempo começar a chamar a atenção do alto-luxo, por enquanto é apenas uma pequena, ínfima fatia mas...as coisas podem mudar.



Fetiche meu: sapatos de salto anabela. Não resisto.


E se eles querem as russas ( suposição minha) elas podem usar qualquer tipo de roupa. Não existe tanta rigidez no gosto delas, apenas valorizar a beleza natural que têm. Transparências e sobriedade confirmadas para o verão 009, e...



Flores para um período bom. A moda deve apostar em mudanças e melhorias. É assim que a coisa funciona. Adorei os shapes das saias que sobrepõem uma anágua...



E resolvi ver a coleção da Marni, para não ficar sempre falando nos mesmos. E por achar a roupa deles fantástica, quando vejo de perto na loja da avenue Montaigne. E eles estão na frente otimista de cores para 2009.



Fazem uma mescla entre a austeridade e a alegria. Foi toda coleção assim. No post de ontem os losangos. No ano que vem tem mais. Ainda bem que mantive os meus no armário, mas logicamente quero outros novos.


E encerro a semana ( amanhã começa Paris!!!!) com o cafonismo, romantismo e origamismo de Gianni Versace por Donatella. Curtos e longos. Lisos, brilhosos e estampados. O consumo mudou e não tem como acertar numa "mosca" apenas. Fazer uma coleção com itens para vários gostos, duvidosos até, é a chave para algumas grandes marcas continuarem respirando, em meio ao sufoco de 2008. O segundo modelo "reinou" por Paris. Ruas de verdade. Palavra cafona reinou, não??? Não importa, ela está no ar.
Bisous
A+

LinkWithin

Posts relacionados