Moda Paris: Anna Wintour, Chanel, Claudia Schiffer, Emma Watson, Haider Hackermann, Hussein Chalayan, Yves Saint Laurent...


Correria com os desfiles. Dà uma olhada nas imagens da apresentação da Chanel agora a pouco com a fachada do prédio onde Gabrielle montou sua primeira loja aqui em Paris. Rue Cambon n° 31 foi reproduzido dentro do magnifico Grand Palais. Eu volto logo para legendar e contar sobre os desfiles que escolhi....Voltei. Faço uma pirâmide invertida e depois vou comentar de novo várias coisas sobre a Semana de Moda. Ela vai render e muito. talvez seja por ter acontecido bem no meio do furacão da economia mundial, esta temporada levou a moda mais além do que os simples comprimentos das saias e as transparências. Os bastidores estão muito legais.


Hoje consegui uma foto melhor da Emma Watson. Imagem renovada da Chanel e misturada às grandes damas da grife como Claudia Schiffer. Chanel renova, mantém e avança...


Anna Wintour apesar dos boatos que possa deixar o cargo de editora da Vogue América ainda em pose de star. Tailleur Chanel e cabelos mais claros. Tanto ela quanto Carine Roitfeld ( diretora da Vogue Paris) estão mais loiras do que o normal. Carine declarou que esta temporada é do blond...


E no final da apresentação da Chanel os garotos-Chanel desfilam pela passarela-rua. Os dois da direita são seus fidelíssimos guarda-costas e modelos. O loiro fez várias campanhas, uma com a Claudia Schiffer e é modelo de Karl em uma edição fotográfica de quatro volumes. O tema um homem em várias versões está à venda na Colette. O moreno apareceu diversas vezes aqui no blog e é fiel escudeiro de Karl. Adoro o look deles e apenas para reafirmar: não a Chanel não faz e nem vai fazer roupas masculinas. É apenas um charme de seus desfiles. E sim. Alguns homens usam Chanel. Na continuação vou mostrar como.



E a fotinho da primeira fila. Mario Testino, Sofia Coppola e sua filha Romy, Claudia Schiffer...



Yves Saint Laurent

Até agora a Yves Saint Laurent foi uma das grifes que eu mais gostei. O paetê transparente do vestido no comprimento dos joelhos apareceu em dois vestidos maravilhosos. Um verde e um bordeaux. A idéia da transparência com a lingerie à mostra é uma das novidades desta coleção bem montada de Stefano Pilati, a primeira depois da morte de Yves em julho de 2008. Se quiser ver a cobertura que o blog fez sobre a morte do estilista link aqui , aqui. Para saber mais coloque a frase morte de Yves na janela de busca e encontre tudo que foi publicado sobre o assunto.



Homenagem declarada ou não a Yves faz jus ao nome de seu criador com uma clássica e chiquérrima coleção. Cintura marcada e uma sandália-bota que ja é top da da minha wish list.

Ontem teve também o desfile do Haider Ackcermann. Ele é colombiano, mas criado na Bélgica. Fez peças em malha e jersey com corte, caimento, tratamento de cores e rasgos, desfiados. O Trash-chic na sua melhor forma...


Hussein Chalayan e seu mini-tailleur. O estilista abriu espaço para o clássico e comercial em suas criações...


Entrando na onda dos macacões com este modelo sexy e colorido. Me lembra Grace Jones e também umas roupas que eu usei no começo da década de 90...




Por fim Chalayan mantém um pouco de piração e tecnologia de materiais como este vestido que parece de uma heroìna. É elas estão por Paris também. Qual o hit destas moças? A tregging...


Esta calça de lycra justésima...Aqui eles chama assim...

Veja também
O desfile do Viktor & Rolf feito na internet: Olha aqui . A história é a seguinte. Comprada por Enzo Rosso, dono da Diesel, Dsquared2 e Maison Martin Margiela, a grife foi obrigada a cortas gastos. Por isto a escolha pelo desfile virtual com uma modelo apenas, a top Shalom. Recebi ontem em casa em mãos o catálogo. A coleção é linda.

Bisous
A+

Nenhum comentário:

LinkWithin

Posts relacionados