Moda Paris: Caftans, Marrocos, Yves Saint Laurent, Pierre Bergé...


Minha casa em Paris fica exatamente duas quadras da Fundação que leva o nome de Yves Saint Laurent e seu companheiro e homem de negócios Pierre Berger... Sinto naquela região um imenso vazio. Embora o lugar seja sempre palco de exposições sobre a vida do costureiro e embora ela esteja vivo, sinto essa ausência fortemente. Yves Saint Laurent se retirou da moda em 2002 e desde então virou um mito vivo...Poucos dias atrás passei por là mais uma vez para ver essa expo que mostro aqui hoje. Mais ausência em meio a tantas roupas e tanta história de uma vida carregada de paixão como diz a mostra " Uma paixão marroquina"...


Pierre Berger e Yves Saint Laurent estão juntos desde quase sempre. Se conheceram quando ainda eram bem jovens traçaram um grande caminho juntos... O Marrocos foi um desses lugares onde a dupla escolheu para se refugiar e viver nos entremeios da criação do luxo que YSL deu ao mundo.


Nascido na Algéria, Yves Mathieu Saint Laurent, sempre gostou de trazer das viagens referências para suas roupa mas, especificamente nesse mostra o que se vê são peças tradicionais da cultura marroquina. Tudo que os dois adquiriram como acervo pessoal mesmo...



Como disse antes fui diversas vezes na Fundação onde dia desses Kate Moss foi fotografada para a campanha Manifesto 2. Uma manhã de domingo muito fria tive ainda uma outra experiência. Chovia um pouco e eu passava ali pela frente. De repente vi um senhor que parecia perdido pedindo ajuda. Ele queria que chamássemos a policia para leva-lo para casa. Não era Yves Saint Laurent claro, porquê ele quando anda por ali não dà nenhuma bandeira a não ser um drinque sentado na bancada do Hotel Four Seasons, hà exatos 500 metros dali na avenida George V, do lado da Marceau, onde é a Fundação...




Bem vou contando as histórias enquanto vocês vão admirando algumas peças dessa mostra cheia de caftans, jóias, bordados e bijuterias típicas do Marrocos...



Naquele dia chuvoso abriu-se uma das portas da Fundação e apareceu um dos funcionários da casa. Ele gentilmente permitiu que entrássemos para usar o telefone e ajudar o homem perdido. Me senti como que dentro de um filme vendo os quadros de Yves Saint Laurent pendurados nas paredes, os livros nas estantes, algumas outras fotos dele com Bergé... Enfim por alguns instantes entrei no mundo secreto dos dois e entendi a força da união e do amor desses dois homens...



Saí de là naquele dia com uma percepção ainda mais apurada do mundo deles e, sinceramente, sinto mais falta ainda da presença fisica de Yves Saint Laurent na moda. Tudo bem, Stefano Pilatti é bom, mas Yves Saint Laurent foi genial...



Como não podemos mais tê-lo na moda o temos em seus pedaços particulares de paixões... Essa marroquina mostra diferentes tipos de caftans. Tem os masculinos e os femininos...




Tem os de festa e os de dia-a-dia.. Tem os aparatos que vão junto com eles e que determinam a origem de cada um e seu posto na sociedade...



É interessante para quem passar por Paris conhecer a Fundação. Essa mostra fica até o dia 31 de agosto. Depois, normalmente eles fecham por uns meses até trazerem outra coletânea pessoal de Bergé e .Saint Laurent.



Para constar: se Yves Saint Laurent é ausente de nossos olhos e torna-se mito vivo ( repetindo!!!) Bergé é um grande homem. Sabia que foi pela iniciativa dele que os estilistas parisienses se organizaram em 1973 e fizeram seus desfiles todos na mesma semana? Nascia assim a Semana de Moda de Paris... Sim, monsieur Bergé é bem mais do que o ombro amoroso e a mão que carrega Saint Laurent, ele faz parte também do todo que é a moda Paris hoje. Merci Bergé!!!


Eu volto amanhã.
O link da Fundação aqui.

5 comentários:

Samuel disse...

Oi Ana!!
é bom ver que de parcerias pode-se tirar tantas coisas boas e essa de Saint Laurent e Bergé é tão importante e bonita!! Agora testemunhar essa união de almas gêmeas deve ter sido de "gritar no escuro!!" de maravilhoso, e ainda numa noite chuvosa em Paris, é quase um conto de Guy de Maupassant, hahaha!! Adoro!! Beijos querida!!!!

Jose Pedro disse...

Alo Ana Clara.

Bom dia.

Feliz 2008.

Ana isso nao é coincidencia, pode ser sim o Principio da Sincronicidade, vivemos num mundo marcado pelo Ter em lugar do Ser, do Eu em Lugar do Nos, mas temos que dar um jeito nisso, o mundo recorda os 40 anos da morte de Luther King, da Morte do grande Gandhi, agora em Maio vem a Revolucao Francesa, Beatles, Hippies, e nada acontece, pelo contrario hoje vivemos a Era das Incertezas, dor, guerras, fome, miseria, nao sei onde voce esta neste momento mas tenho certeza de que esta no Earth Planet. Ana Clara, sou um Ecologista, temos um mega projeto para fazer chegar a ONU, Unesco como a unica forma de salvarmos o Earth Planet, mas preciso de uma forca sua ´recisamos de uma ajuda no projeto de alguns artistas, celebridades e voce parece que tem o contato com os agentes deles, enfim parece que é a conexao cosmica.

Vou encaminhar umas fotos para voce saber mais da nossa causa.

Aguardo retorno.

Jose Pedro naisser.
Ecologista e Humanista.
Curitiba.pr.
41 3357 4370.

email. jpnaisser@hotmail.com



Ps. Onde vi seu nome foi num contato acho com a Filha do Mike Jagger a Jade Jagger, ela é otima, a mae dela é ativista pelos Direitos Humanos a Bianca, e o Mike apoia as causas ecologicas, se chegarmos na Jedde chegaremos no Pai e na Mae.....e damos o inicio da Salvacao do Earth Planet.

Jose Pedro.

Anônimo disse...

Ana,

fiquei emocionada ao ler sua crônica hoje (01/6/2008).
Me lembra o poema de Prévert:
"Quand"
"...Quand la mort lui parle de l'amour
La vie frémit
Quand la vie lui parle de la morte
L'amour sourit..."

Anônimo disse...

MORREU O MESTRE ... E AGORA ...

......... disse...

Ana
Graças a vc consegui encontrar o endereço da Fundação de Yves Saint Laurent.

Parabéns pelo belo trabalho no blog e pela gentileza de passar o conhecimento adquirido.

Se quiser me fazer uma visita www.flaviakatz.blogspot.com.br

Grande abraço
Flávia

LinkWithin

Posts relacionados