Moda Paris: Alexander McQueen, Balenciaga, Cameron Diaz, Franck Sorbier, José Castro, Versace...


Primavera em Paris fria e cheia de sol e chuva... Parece que não vai dar tempo do povo lembrar que uma hora o calor vai chegar? Erradíssimo.. As flores entraram na freqüência das passarelas ano passado e agora estão aqui e acolá misturadas aos tons e tecidos de inverno... Aproveito de novo o tema de minha coluna de domingo no jornal para replicar algumas fotos e dar continuidade ao assunto cores e flores em você... Essa imagem é do José Castro, primavera-verão 008, linda com uma monocromia e redundância floral apenas quebrada pelo vermelho do batom...




Para montar a coluna fiz uma pesquisa nos meus arquivos de 2007 e me dei de cara com essa foto do desfile alta-costura inverno 007/008 do Franck Sorbier. Esse casaco todo bordado de flores não é novidade na moda desse século. Lembro que quando fui a Milão em 2005 e conheci a loja do McQueen fiquei apaixonada por um casaco de couro molinho todo bordado, quase igual a esse...



Quando Nicolas Guesquière fez esse desfile ano passado a Suzy Menkes falou no tapete florido da Balenciaga ( acho que era esse o título da matéria da redatora do Herald Tribunes). Todo mundo delirou com a coleção e pronto! mais uma febre de flores imposta também pela grife que é uma das desencadeadoras de tendências...




Sò que o que vejo hoje da Balenciaga nas ruas e eventos de moda são as mesmas flores em outros shapes...Acho que a armadura do desfile ficou para os editoriais de moda. As peças vendidas nas lojas são mais simples ou vendem tão rápido que não chegam a aparecer nas araras...Bem o fato é que essa imagem é real e é Balenciaga e não é nada parecida com a silhueta apresentada no show...




Enquanto isso... Versace primavera-verão 008 também com flores e a cor rosa...Vitrine pertinho de casa onde sempre passo para dar uma conferida. Se a grife de Gianni perdeu muito do exagero com seu desaparecimento trágico hà quase onze anos, ganhou em elegância...A Versace de hoje, para mim, é muito mais legal, usável e representa uma elite mais retraída ...Entrou no ser e saiu do "parecer"...




E as flores de primavera se misturam com outra vedete da estação: o decote tomara-que-caia. Em Cameron Diaz? Bom...





Nas vitrines da Faubourg Saint-Honoré? Ótimo...Até eu me rendi a elas. Comprei duas camisetas foridas e tenho de anos atrás um arranjo de cabelo lindo azul e bege. Ahhh! Adorei o comment sobre as cores de pele. Temos o amarelo, o chocolate, outros tão lindos, vou pensar em post com mais cores de gente...



E as flores são boas para acessórios... No frio?Coloca no cabelo...Vi no Palais Royal...



E no Grand Palais...



Essa é uma das flores parisienses mais famosas do mundo: a camélia da Chanel. Símbolo e paixão de Gabrielle aqui na versão de Karl Lagerfeld para a coleção "Paris-London, Ateliers de Art"...



Pegadas floridas também vindas das vitrines de agora na Faubourg Saint-Honoré...




Não curte muito, mas quer dar um toque apenas? Entra no clima meias enfeitadas... Scarpin de verniz... Ainda não comprei o meu...




Finalizo o meu post florido com a luz que ilumina Paris... Ponte Alexandre III em frente ao Grand Palais. Depois de passar por ali quase todos os dias nunca mais serei a mesma... Vejo flores em tudo e poesia soprando no ar. Vou além da moda...Sempre além...
Bisous
A+

2 comentários:

Gisele Muller disse...

Anaaa de quem são essas meias?? Fiquei passada! Será que encontro aqui no Brasil??

Quanto a última foto, me encheram os olhos de lágrimas, que saudades de Paris.

Bjsssssssssssssss

Anônimo disse...

queridinha, o rogerio vasquez eh PARAENSE, sei disso pq sou parente dele.....eee gente q ja quer roubar ele p minas,,,,n sei onde vc se informou, mas está equivocada, mineiro ele n é..

LinkWithin

Posts relacionados