Moda Paris: Paris-London, Chanel, prêt-à-porter de luxo 2008 e + street-fashion...


E eu ontem dei início a um assunto que não vou terminar tão cedo. Explico: fui ao apartamento de Coco Chanel ver a coleção Paris-London feita pelos ateliês de arte que a Chanel comprou, mas que trabalham para as grandes maisons da França. Quando cheguei me dei conta de que todas as manequins estavam maquiadas e penteadas como Amy Winehouse ( coisa que eu fiz no réveillon com todas as mulheres e crianças que estavam comigo em Florianópolis no Brasil, foi uma farra!!!). Sim, a bad girl citada pela Vogue Paris como um dos ícones de moda de hoje, havia sido eleita em dezembro por Karl Lagerfeld como o melhor estilo surgido desde Brigitte Bardot. Voilà! Lagerfeld encheu de Amys o apê de Chanel na rue Cambom... Aqui um pouco das fotos que fiz na visita. As outras eu guardo para publicar na minha coluna da Gazeta do Povo...Presta atenção no trabalho feito por um dos artesãos para ser posto nos cabelos...



E algumas das imagens da coleção e do lugar singular, cheio das coisas que fazem hoje as referências do estilo Chanel...



Corta!!!!Depois que eu conto mais...

Faz dias que não se vê sol em Paris. Ontem postei meu comentário sobre a moda de rua. E pego essa imagem bem simples para dizer que adoro gente que se veste assim, mas que tem uma áurea de moda...



Corro de um lado para outro da cidade e numa dessas corridas para ir comprar uma bota no Printemps ( um dos maiores magazines de moda daqui) passo pela lojinha que faz camisetas como você "quiser". Casa bem com uma matéria que li ontem. A reportagem falava que usar t-shirts com alusão a filmes, musicas e décadas que marcaram nossas vidas é "de moda" como diz divertidamente um amigo, misturando formas de montar frases em francês com nosso português...


E...

Vejo muito tricô nas tocas que as meninas usam... Adoro essa arte que as francesas e os franceses têm em enfeitar e proteger a cabeça ao mesmo tempo...


Um estilo inigualável. Eu cheguei a comprar uma para mim, mas não adianta, não está no meu sangue...




No delas sim...


O casaco que elas usam...

Esse modelo de cashemere que quase todas as francesas usam agora sim eu consigo usar. Comprei um na liquidação é não tiro do corpo...



Uma outra coisa que admiro é quem consegue misturar e ficar bem. Outra arte de rua francesa...



E nos detalhes...

Apesar do frio vejo muito esse modelo slow-boot de sandálias, lembra de ontem? O tom laranja ( que eu particularmente não consigo usar) também anda rondando forte por aqui...


E em meio a misturas improváveis, o espaço para um luxo de bolsa de pérolas com a alfaiataria. Apesar do frio rola combinar camisas com meias grossas e sobrepor coletes e casacões...Faça o teste...


E por fim...

Minha mensagem de pré-carnaval. Saio do ar amanhã. Dia em trânsito para chegar na Holanda. Posto assim que entrar a internet sem fio. Se cadastra. Eu mando o sinal tecnológico de fumaça: minha newsletter....


Bisous
A+

4 comentários:

Gisele Muller disse...

Deliciaaaaa de street fashion!!

Samuel disse...

Ana simplesmente magnífico!! Obrigado pela resposta de ontem!! Atualmente rua e moda são equivalentes!!... Agora nem comenta essa arte francesa de ser elegante 24hs por dia, como diz uma grande amiga minha "até me dá uma coisa assim que eu não sei explicar!!" hahaha!!! Adorei esse look total black, essa monocromia é uma das grandes apostas para o inverno no Brasil, além dessa simplicidade/fashion que vc comentou, tb adoooro!! Essa bolsa de pérolas é um arraso, já enviei a foto para um amigo que faz bijoux de luxo aqui na minha cidade, tenho certeza que ele vai adorar!! Que bom que a Gi voltou!!! Vi ontem o post dela!! Beijos Ana, aproveita a Holanda, Depois quero dicas de lugares, devo viajar em junho ou julho para minha pesquisa da especialização, li que vc vai a Berlim, tem uma matéria que saiu no Globo falando que os fashionistas devem redescobrir Berlim, se joga que lá tá bafo e ainda o blog brasileiro Freakstyle está inscrito em um concurso de melhor blog do gênero em Berlim, se vc tivesse ido mais cedo podia pegar a Heimtextil, depois agente conversa!!! Enquanto isso mais Street que agente adooora!!!!Beijão!!

Sissi disse...

Ei, Ana, eu queria tanto que as mulheres daqui aprendessem a fazer de si mesmas uma obra de arte! bjs, Sissi

Ana Clara Garmendia disse...

É a mesma coisa que querer que as francesas aprendam a sambar...
Bisous

LinkWithin

Posts relacionados