Moda Paris: Veruschka, Mikhaïl Gorbatchev personagens de ontem e de hoje na moda do mundial...


Ontem eu começei a falar na Veruschka em função do filme Blow Up do Antonioni e acabei me aprofundando mais na pesquisa sobre sua vida. Então resolvi continuar como prometido a mostrar um pouco mais dela... Depois de ter sido descoberta para o grande pùblico realmente no cinema foi fotografada pelos maiores nomes da fotografia mundial: Rubartelli, Richard Avedon, Peter Lindbergh, Helmut Newton, Irving Penn, David Bailey...








Vera von Lenhdorff era seu nome de nascença, mas ela resolveu adotar o nome Veruschka para poder trabalhar com todos esses grandes nomes. Nascida condessa filha de conde Heinrich von Lehndorf-Steinort, um membro da resistência alemã que acabou sendo assassinado na época da Grande Guerra, Vera teve riqueza nos primeiros anos de vida, mas não alegria. Talvez seja por isso que, depois de ter iniciado carreira em Nova York aos 20 anos e não ter tido muita sorte ela resolveu voltar para Munich e adotar o pseudônimo...






"Je me suis vêtue tout de noir et je suis allée voir tous les plus grands photographes tels Irving Penn et je leur ai dit : 'je suis Veruschka, qui viens de la frontière entre la Russie, l'Allemagne et la Pologne, et j'aimerais voir ce que vous pourriez faire de mon visage'"



Foi aì que ela vivenciou a frase acima: " Me vesti toda de preto e fui ver grandes fotògrafos como Irving Penn e disse: eu sou Veruschka, venho da fronteira entre a Russia, a Alemanha e a Polônia e gostaria de ver o que você pode fazer com meu rosto"....








Com esse beleza ìmpar caiu nas graças desses feras fotògrafos...
Um deles foi o italiano Rubartelli com quem teve um romance. Ele é autor de vàrias imagens celébres suas como a do Sàfari do Yves Saint Laurent, publicado ontem aqui.Rubartelli fez também um filme com sua musa: VERUSCHKA POESIA DI UNA DONNA..



Voltando ao assunto da foto Safàri muita gente achava que ela era a Bardot e agora descobri que realmente ela queria fazer o gênero da musa do cinema: "

"J'ai toujours été plusieurs sortes de femmes. J'ai copié Ursula Andress, Greta Garbo, Brigitte Bardot, puis ça m'a lassée et je me suis peinte en animal"




" Eu fui sempre fui vàrios tipos de mulheres. Eu copiei Ursula Andress, Greta Garbo, Brigitte Bardot, depois isso me cansou e me pintei de animal"








Essa foto é da Vogue feita por Rubartelli.... Quem viveu aquela época diz que eles na vida real vivenciaram o que ela fez em Blow Up, ou seja, passavam o tempo todo juntos. Eram colegas de trabalho e também um casal badalado no mundo celebridades...Se conheceram antes de ela ficar realmente famosa e de fazer o filme de Antonioni. Com o tempo a relação ficou conturbada. Ele tinha ciùmes. Ela era a star. O romance terminou no inìcio da década de 70, antes de fazerem o filme juntos. Rubartelli perdeu todo o dinheiro que tinha com esse investimento e sumiu do mapa. Virou produtor na Venezuela, dizem...








Cansada de personagens humanos...Veruscka se embrenhou na Àfrica com Peter Beard e deu seu corpo para pintar no meio da selva... Sabe com que mais ela trabalhou? Com Salvador Dali... Naquela época ela ganhava 10 mil dòlares por dia de trabalho, iniciava ai a carreira de uma super modelo...Veruscka saiu de cena na década de 70 mesmo e hoje me delicio com as imagens daquele tempo..





Veja aqui vìdeos-documentàrios com Veruscka sendo fotografada com o corpo pintado por Peter Beard.. A roupa some. Ela vira matéria. Surge uma linguagem diferente trazida à moda por um ìcone...

















Enquanto isso nos dias de hoje...







Imagens de interação entre o homem e a natureza publicadas na C &G. Crédito Bruno Fabbris...






Essas duas fotos trazem a essência Veruschka... Sinais de ontem que inpsiram a fotografia de moda de hoje...É sempre assim...











Essa semana apareceu a nova campanha da Louis Vuitton com as malas Keepal. Um dos personagens escolhidos e fotografados por Annie Leibovitz é Mikhaïl Gorbatchev. O ùltimo secratàrio geral do partido comunista soviético està num tàxi com sua mala a postos. A idéia de Marc Jacobs é- agora que faz dez anos de casa e jà trabahou muito a imagem da Louis Vuitton como marca de moda- devolver alguns valores fundamentais à honra da grife, nascida em 1854 fazendo malas de viagem...



Fora isso a Louis Vuitton se engaja. Fez uma doação à Alliance for Climate Protection do ex-presidente dos Estados Unidos Al Gore, com o apoio de Catherine Deneuve, Andre Agassi e de Steffi Graff (também fotografados para a campanha). E ajuda à Fundação Cruz Verde Internacional, presidida por Mikhaïl Gorbatchev. Bisous A+


Ps: nesse final de semana o blog publica algumas surpresinhas. Fique de olho ou se inscreva para receber nossas news...

3 comentários:

Samuel disse...

Ana,
fabulosa a sua pesquisa, sem dúvida vemos que muita coisa já foi realizda na moda!!Hj se fala tanto em supermodelos enquanto elas sempre existiram desde Marie Worth (esposa do costureiro Worth!!rsrs!!), mas Verushka é o começo de tudo que vemos hj acontecer com muitas meninas!!! Linda pesquisa!!! Quanto a campanha da Loius Vuitton achei um pouco estranho, mas vale como luta por uma causa urgente e Gorbtchev é sem dúvida uma figura emblemática que, por seu passado, nos alerta a importância de nos abrirmos as mudanças e lidarmos com elas da melhor forma, o mundo e a natureza agradecem!!!!! Beijos!!!!Estou curioso com as surpresa do finde!!!rsrsrsrs!!

Anônimo disse...

QUEREMOS STREET FASHION!

Samuel disse...

A voz do povo é a voz de Deus e da razão, Ana, dê ao povo o que é do Povo!! Street fashion para nos deliciarmos com as imagens mais quentes do momento, vindas de Paris!!!! Como sabe adoro blog e tudo que vc faz, leva cultura e informação atualizada do planeta fashion para todos os gostos!!!Mil Beijos!!!

LinkWithin

Posts relacionados