Moda Paris: Azzedine Alaia recompra sua marca da Prada... Jean Jacques André, uma fotografia com 50 anos de vida e ainda street fashion...


Azzedine Alaia, esse pequeno homem que a gente vê nessa foto aì e um dos costureiros mais queridos daqui (Carine Roitfeld, editora da Vogue Paris e Naomi Campbell adoram e vestem a roupa dele) acaba de recomprar sua marca da Prada...






Desde 2000 o grupo italiano era o "dono" de Alaia que, no ultimo ano deu aos cofres Prada algo em torno de 13,2 milhões de euros. Outra foto que o blog tem exclusiva de Alaia. Aqui num "pé-de-orelha" com Victoire de Castellane, designer de jòias da Dior...









Alaia tem uma loja-hotel aqui em Paris no bairro Marais e faz também muitos sapatos. É tudo carésimo e exclusivo e ele é um dos caras que quase todo mundo tem admiração. Faz seu trabalho, é avesso a muitas badalações e não participa da semana de moda. Lança suas coleções separados. Até Galliano jà declarou que admira seu trabalho. Alaia é um mestre em silhuetas...









Quanto à estratégia da Prada em revender a marca ao dono é parte da atual polìtica deles. O interesse da equipe financeira de Miuccia é investir mais nas suas principais marcas Prada, Miu-Miu, Church e Car Shoe. A Prada tem 267 lojas pelo mundo. Ano passado suas vendas de bolsas e sapatos tiveram uma alta de 63%. Alaia no entanto vai continuar a trabalhar no grupo no desenvolvimento de sua linha de sapatos...







50 anos dedicados ao nu


E cada dia que passo em Paris aprendo mais sobre os artistas daqui. Agora me chegam aos olhos o trabalho de Jean Jacques André, fotògrafo nascido em 1932 em Marseille. O link do site dele està feito, mas aproveito para mostrar algumas imagens...






Enquanto isso..nas ruas...





Adorei o comentàrio de alguns leitores de ontem sobre as imagens de moda das ruas de Paris. Um dos focos desse blog é mostrar, entre outras coisas, como as pessoas normais se vestem. E elas estão nas ruas andando, se divertindo, indo de um lado para outro, enfim, em movimento...E a influência saruel...Olha ela aì de novo...









E é nos detalhes que se vê, muitas vezes a moda. Essa é bem usada pelas orientais que invadem Paris com suas delicadas pernas e pés pequenos...










Entre um dia e outro, as Vespas cruzam o meu caminho. "jeune obsession"...




Olho no blog:



Marrom na gravata, no casaco, na camisa...Monocromia é sempre bonito de ver. É um clàssico da moda. Chiquérrima, ela usa o corte Bob de Sassson e outro clàssico que a gente deve ter: o trench-coat...








E para quem fala ou pensa que as ruas de Paris são cheias de excrementos de cachorros, como se fez a fama durante um tempo, isso é coisa do passado. Aqui todo santo dia, passa um carrinho desses levando toda a sujeira embora. Coisa fina. Bisous A+

3 comentários:

Flávia Guimarães disse...

Olá Ana...
Como faço todos os dias, acesso o blog, porém nunca assino.
Hj resolvi assinar, pois como vi q ficou feliz com comentários de ontem, resolvi te deixar mais feliz sabendo q tem sim, bem mais pessoas q lêem o blog.
Adoro a maneira q vc escreve, pois fica bem claro para qquer um, seja entendido de moda ou não.
E oq mais gosto são as imagens de rua.......continue levando a câmera na bolsa!!
Parabéns tb pela indicação no site e pela nova coluna no Viver Bem.
Bisous.

Samuel disse...

Ana,
"Moda realmente linka com tudo"(vc bem disse!!), vendo essas fotos, lembrei da estética do cineasta sueco Igmar Bergman, que morreu ontem, Bergman era perturbado com a fragilidade humana diante da morte e do sofrimento, vendo essas fotos desse artista francês pude perceber que ele também é atormentado por essa fragilidade e a demonstrava através da nudez em situações e cenários hostis, maravilhoso o trabalho dele!! Vc sempre pinça o melhor!! Adorei a Amélie Poulain "hippie chic"!! Essa cidade é mágica mesmo, sabe mesclar o provinciano com moderno e o melhor de tudo: tentam esconder o "Kitsch" com o carrinho de limpeza!! É barbaro!!rsrsrsrs!!Beijos!! Te aaadooorooo!!

Anônimo disse...

Ana Clara, você foi a surpresa do ano, para mim, pelo menos.

Depois de tanta coisa horrorosa, aparece você com sua delicadeza, falando de.....
Paris.

Muito obrigada sempre.

LinkWithin

Posts relacionados