MODA PARIS: Balenciaga, McQueen e Gaultier, grandes influências nas roupas que você vai vestir...


O trabalho que tem sido feito na maison Balenciaga nos seus desfiles de prêt-à-porter merece capitulos grandes do Blog. A verdade é que tudo que o grande Balenciaga fazia era de vanguarda e com a entrada de Nicolas Guesquiére na grife cerca de dez anos atrás o espirito reacendeu. Na coleção de inverno os casquetes de cavalaria abrem um leque de tendências que influenciam o mercado inteiro da criação...





Os mega-saltos de botas curtas fazem parte desta idéia de um novo tipo de roupa. Estruturada, curta e exagerada nos detalhes. Feminilidade? Não. VANGUARDISMO REEDITADO. Balenciaga conserva assim o mito do inatingivel, Cristobal Balenciaga fazia roupas perfeitas e caras que não entrariam nunca no gosto comercial, a nova fase é bem diferente, mas o espirito permanece nas entrelinhas...






Se fosse para apontar um look para definir a estação inverno 2006 na Europa seria esse.. Virou febre de cópias. Ta vendo, o mito permanece e todo mundo quer vende-lo...Nos editoriais de moda ele foi o mais utilizado. A Vogue fez uma capa de resumo da estação com todas as imagens da grife. Forte não?????




E o escocês é outra grande tendência e realidade na Europa. Alexander McQueen outro ditador de estilo fez a sua contribuição...





Leveza, mousseline, plumas...Alexander McQuenn na parada com vestidos soltinhos que não deixam ninguém mal. Feminino, ousado na medida certa e uma reedição de modelos tipo filme "O Bebê de Rosemary"




Mulheres com ar perdido na visão do grande Gaultier???Sim, todas nós já passamos por isso e um criador só pode nos vestir se entender nossa alma...

Nenhum comentário:

LinkWithin

Posts relacionados