MODA PARIS: pret-à-porter de Martin Margiela, Commes des Garçons, Viktor & Rolf modificam o astral atual das temporadas de moda...



A dupla Viktor & Rolf fez um baile de verdade para apresentar uma coleção nada a declarar. Sem uma novidade qualquer em seus looks os estilistas seguem, até agora, como exceção entre os estilistas que jà desfilaram aqui, com uma proposta de muito barulho (quem cantou no baile V&R foi Rufus Wainwrigth) e pouca novidade. Calças largas com franjas e camisas idem e casacos na altura dos joelhos como que se usados para sair ou entrar de um baile....



Martin Margiela é um outsider da moda. Não dà entrevistas, não aparece no final do desfile, mas imprime sua caracteristica de forma que, quem aprecia roupa bem feita e de òtimo caimento adora. Na simplicidade faz uma roupa desejàvel e eterna...



Depois dele quem vem là??? Commes des Garçons com uma incansàvel Rei Kawakubo ( dizem que ela dorme somente quatro horas por noite) e sua propostas pouco comerciais, mas extremamente agradaveis de se ver. A maneira como ela trabalha as formas, os tecidos e o uso das cores fazem escola. E o blog adora!!!



E a Underconver foi uma surpresa nessa coleção. Sob a regência do estilista Takahashi a grife apresenta uma coleção feminina, romântica e a cara de Paris...As cores fortes trabalhadas com formas e algumas vezes somente o inverso como vestidos curtos e transparentes renovam totalmente o trabalho da grife e criam excelentes imagens desses primeiros dias de moda parisiense.



E se a gente ja viu peças parecidas com as da Undercover ( YSL???) não importa. A moda sofre atualmente de um nada de novo e um nada por vir. Hà quem diga que a velocidade da industria não està deixando o povo liberar a criatividade.



Falando em nada por vir é melhor explicar: os especialistas falam em um excesso de remakes de épocas passadas como o que acontece agora com os anos 8O. A Era Disco està no ar e não hà nada a fazer para impedi-la, a não ser observar Paris com seus excelentes criadores em roupas nada faceis de entender. Criando conceitos eles abrem brechas para que algo de novo no âmbito comercial apareça....

Nenhum comentário:

LinkWithin

Posts relacionados