MODA PARIS: curtos, claros, prateados e longos, o trabalho de Antonio Berardi, Akris e Andrew GN



E sempre tem mais para ver no prêt-à-porter. Muitos bons estilistas que não estão em grandes maisons, mas que fazem um excelente trabalho. Quer saber? Antônio Berardi levou pureza às passarelas com muitos curtos em diferentes versões como a mistura de formas nas mangas e o uso do tecido preto e prata...



Não precisa de muito para uma mulher ficar bem vestida...as imagens de Berardi simplificam ainda mais quando hà o uso de brilho que, assim como o ouro, continua sua jornada no topo da moda...



Ainda no seu desfile mais curtos, bem inocentes...Afinal se hà são curtos não necesitam forçar a sensualidade...O momento é exatamente este: a mulher contemporânea não necessita de muitos adereços para ser sensual. Ela està implicita, nas entrelinhas...




E o clàssico bem limpo, bege e com varições de curtos aparece na coleção de Andrew GN. No casaco acinturado ( presente em varias coleções) ou no tailleur o uso do bege é um acerto...




Sem ditaduras a criação de GN fez algumas passagens de longos simples e fluidos. Dando um leve toque hollywoodiano a sua coleção. Uma sensualidade bem suave...



E o trench-coat vermelho afirma: não existe ditatura mesmo para Andrew GN. Na verdade està certo, afinal quem quer andar igual aos outros para parecer moderna e bem-vestida?



E a Akris colocou somente looks classicos na sua escolha para a primavera-verão 2007 européia. Uma volta que nunca soa exagerada e que sempre garante a clientela um tanto cansada de ter que comprar roupa toda hora. Essa deveria ser uma escolha não obrigatòria. E é isso que a moda propõe quando traz de volta o tomara-que-caia em diferentes versões, mas sempre chique...




Uma seleção de looks eternos de Akris...Garante o bom relacionamento entre quem compra e quem faz...Quem jà não ficou morrendo de raiva de ter investido uma fortuna numa peça que pouco tempo depois jà estava completamente out????

Nenhum comentário:

LinkWithin

Posts relacionados